AEA denuncia: Empresas fornecedoras chinesas burlam clientes portugueses

A Associação Empresarial de Águeda (AEA) denuncia, em ofício dirigido ao ministro da Economia, “a existência de burlas praticadas por empresas fornecedoras situadas na China a clientes portugueses”. Solicita que “sejam encetadas diplomaticamente todas as tentativas para as empresas lesadas serem devidamente ressarcidas pelos prejuízos causados e se providenciem medidas que evitem situações semelhantes no futuro”, evitando “que a desconfiança se instale definitivamente”.

Para a associação aguedense, “esta é uma situação que tem acontecido com alguma frequência e que já lesaram, em várias dezenas de milhares de euros, empresas nossas associadas”. Na carta ao ministro, assinada pelo presidente da direção Ricardo Abrantes (foto), explica como a burla é consumada.

(MAIS INFORMAÇÃO NAS EDIÇÕES E-PAPER E IMPRESSA)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top