Águeda: 212 mil euros de apoio municipal ao desporto

Câmara Municipal de Águeda

A Câmara Municipal de Águeda vai atribuir uma verba total de 212 mil euros a 26 associações desportivas e a sete atletas individuais que submeteram a respetiva candidatura ao programa de apoio às associações desportivas do concelho (PAADC)

O apoio municipal às 26 associações desportivas que submeteram a candidatura ao PAADC, referente à atual época desportiva de 2017/2018, ascende a 198.012,68 euros. Recreio de Águeda (futebol e atletismo) e GICA (basquetebol e modalidades de ginásio) recebem mais de 25 mil euros cada, seguindo-se a ARCOR (desportos náuticos) com quase 14 mil euros. LAAC, All4gym, AD Travassô e CP Valongo do Vouga surgem, por esta ordem, com apoios acima dos 11.900 euros.
As candidaturas foram apresentadas para as diversas áreas enquadráveis no apoio: 23 referem-se à execução do plano de atividades, uma ao plano de atividades no âmbito do desporto adaptado, 21 à aquisição de material ou equipamento desportivo, 12 à organização de caracter pontual, três a atividades de carácter pontual fora do território continental, 16 no âmbito da participação de provas ou iniciativas desportivas em território nacional, cinco ao apoio social na área desportiva, três à aquisição de viaturas e uma à aquisição de viaturas no âmbito do desporto adaptado.
O apoio, coletividade a coletividade, é o seguinte:
Aero Clube de Águeda – 1.142,50 euros para o plano de atividades e 1.750 euros em apoios pontuais. Total: 2.892,50 euros.
ACTIB – 1.965 euros para o plano de atividades, 1000 para deslocações e 838,92 para aquisição de material. Total: 3.803,92.
AK Águeda – 2.400 euros para o plano de atividades, 201,29 euros para aquisição de material e 277,50 euros para deslocações. Total: 2.878,79 euros.
All4gym – 6.006,50 euros para o plano de atividades, 1.000 para deslocações, 585,75 euros para apoio social, 1.000 para aquisição de material, 245 euros para apoio pontual e 4.000 para apoio pontual internacional. Total: 12.837,25 euros.
AA Macinhatense – 750 euros para deslocações, 1.000 euros para aquisição de material e 1.873,75 para apoio pontual. Total: 3.623,75 euros.
ARCA – 3.061,25 euros para o plano de atividades, 1.000 euros para deslocações e 1.843,17 para aquisição de material. Total: 5.904,42 euros.
ADCR Carqueijo – 1.396,25 euros para plano de atividades, 371,81 euros para aquisição de material e 127,50 euros para deslocações. Total: 1.895,56 euros.
AD Travassô – 6.131,00 euros para plano de atividades, 1.450 euros para atividade social, 2.156,55 para aquisição de material, 1.000 para deslocações e 2.000 para apoio pontual. Total: 12.737,55 euros.
AD Valonguense – 4.090,62 euros para o plano de atividades, 382,73 euros para aquisição de material e 180 euros para apoio social. Total: 4.653,35 euros.
ARCOR – 2.070 euros para o plano de atividades, 1.000 euros para aquisição de material, 841,50 para deslocações e 10.000 euros para aquisição de viatura. Total: 13.911,50 euros.
CP Valongo do Vouga – 6.204,75 euros para o plano de atividades, 2.000 euros para apoio social, 1.500 euros para apoios pontuais, 1.240,20 para deslocações e 1.000 para aquisição de material. Total: 11.944,95 euros.
CC Barrô – 4.215 euros para o plano de atividades e 96 euros para aquisição de material. Total: 4.311 euros.
CRP Belazaima – 1.236 euros para o plano de atividades e 108,58 euros para deslocações. Total: 1.344,58 euros.
Clube BTT Águeda – 3.247,50 euros para o plano de atividades, 1.000 para deslocações, 1.000 para aquisição de material e 2.793 euros de apoio pontual. Total: 8.040,50 euros.
Clube Aventura da Bairrada – 1.785 euros para plano de atividades, 550 euros para aquisição de material e 575 euros para deslocações. Total: 2.910 euros.
Clube Ténis de Águeda – 2.795 euros para o plano de atividades, 1.625 euros para aquisição de material e 1.650 euros para apoio pontual. Total: 6.070 euros.
CD Pateira – 3.968 euros para o plano de atividades, 1.638 euros para apoio pontual, 375 euros para apoio pontual, 2.795,24 euros para aquisição de material e 1.000 euros para deslocações. Total: 9.776,24 euros.
CS Algés e Águeda – 966,90 euros para apoio pontual internacional.
DARecardães – 2.512,50 euros para o plano de atividades, 1.000 para aquisição de material e 1.000 para apoio pontual. Total: 4.512,50 euros.
GICA – 10.652,62 para o plano de atividades, 5.055 para apoio social, 945 euros para deslocações, 1.453,30 para aquisição de material e 7.500 euros para aquisição de viatura. Total: 25.605,92 euros.
LAAC – 5.247,50 euros para o plano de atividades, 3.000 euros para aquisição de material, 4.000 euros para apoio pontual e 667,50 para deslocações. Total: 12.915 euros.
Recreio Desp. Águeda – 13.274 euros para o plano de atividades, 725 euros para apoio social, 3.372 euros para apoio pontual internacional, 1.500 euros para deslocações, 2.000 euros para aquisição de material e 5.000 euros para aquisição de viatura. Total: 25.871 euros.
SC Paradela – 162,50 euros para o plano de atividades.
SC Fermentelos – 3.008,75 euros para o plano de atividades, 1.000 euros para aquisição de material e 5.000 euros para aquisição de viatura. Total: 9.008,75 euros.
UD Mourisquense – 5.734,25 euros para o plano de atividades, 1.000 euros para aquisição de material e 2.000 euros para apoio pontual. Total: 8.734,25 euros.
Trivial/André Miranda – 700 euros para apoio pontual.

ATLETAS INDIVIDUAIS
Sete atletas individuais candidataram-se igualmente no âmbito deste programa de apoio, totalizando 14.696,88 euros: Jorge Capela – 1.716,88 euros; Eduardo Veiga – 2.500; Mónica Silva – 2.000; Rúben Almeida – 1.740; Luís Miguel Abrantes – 1.500; João Ferreira – 3.240 euros; André Miranda – 2.000.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top