Águeda – Beira Mar: Final da taça do distrito com recorde de assistência

Treinadores e capitães de equipa do Recreio de Águeda e do Beira Mar com o vice-presidente da AFA, Neves Coelho, na conferência de imprensa de lançamento do jogo da final da taça do distrito

A final da taça do distrito, entre o Recreio de Águeda e o Beira Mar, vai ter recorde de assistência para um jogo organizado pela Associação de Futebol de Aveiro (AFA). O próprio organismo que gere o futebol distrital estima “uma assistência a rondar os 15 mil espetadores”

A final discute-se no Estádio Municipal de Aveiro, no próximo domingo, dia 5 de junho, pelas 17h30. É antecedida da final feminina (15h), disputada pelo Clube de Albergaria, vice-campeão nacional e detentora da taça distrital, e pela Ovarense, que este ano se estreia com equipa sénior.
O Recreio de Águeda venceu a taça do distrito nas duas últimas épocas e acaba de se sagrar campeão distrital, com a consequente subida ao campeonato nacional, sete anos depois de ter sido despromovido à 1ª divisão distrital.
O Beira Mar garantiu, também no domingo, a subida à 1ª divisão distrital, vencendo a série B da 2ª divisão. Vai ainda discutir a supertaça distrital com o Recreio de Águeda (dia 10, em Vagos) e o título de campeão distrital da 2ª divisão com o Alavarenga e o Mealhada, vencedores respetivamente das séries A e C.
Para a AFA, “este dérbi, entre dois emblemas históricos do nosso futebol, potenciará o recorde de público nas bancadas de um jogo a nível distrital aveirense”. Segundo nota emitida, A AFA acredita “que a nível nacional muito poucos jogos tenham tido tanto público na assistência”, estimando ainda que 5 a 10 mil espetadores sigam a transmissão direta via AFA TV.
Os bilhetes, a cinco euros, estão à venda na sede dos clubes finalistas e, no próprio dia do jogo, estarão disponíveis nas bilheteiras do Estádio Municipal de Aveiro. Em Águeda, vendem-se a bom ritmo.
Na conferência de imprensa, realizada esta quinta-feira no estádio da final, os treinadores do Recreio de Águeda e do Beira Mar, Augusto Semedo e José Alexandre Silva, evidenciaram simultaneamente ambição e grande respeito mútuo, assumindo que as suas equipas estão num bom momento.
“Recreio de Águeda e Beira Mar são dois emblemas históricos, muitos importantes nas suas comunidades, que estão a mostrar que continuam a ter muito potencial e que têm futuro”, disse Augusto Semedo, que venceu quatro competições nas últimas três épocas no clube aguedense.
Independentemente do Recreio ser de escalão superior, José Alexandre Silva lembrou que o Beira Mar está “no melhor momento da época” e que, para chegar à final, eliminou três equipas da 1ª divisão distrital. “É verdade que ficaram na parte inferior da classificação e que uma até desceu, e que vamos defrontar a melhor equipa das últimas épocas que acaba de se sagrar campeão distrital, mas a nossa motivação está em alta”.

Foto: Treinadores e capitães de equipa do Recreio de Águeda e do Beira Mar com o vice-presidente da AFA, Neves Coelho, na conferência de imprensa de lançamento do jogo da final da taça do distrito

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top