Águeda: PS diz que resolveu défice municipal

Manuel Farias

Manuel Farias, em representação do PS no debate sobre o estado do concelho de Águeda, centrou a sua intervenção na situação financeira da autarquia, para frisar que a governação socialista transformou a câmara municipal “numa pessoa de boas pagas e confiável como cliente” e que “resolveu o défice financeiro municipal anterior, até chegar ao objetivo máximo de superavit”. O socialista destacou ainda o desagravamento fiscal que a gestão socialista possibilitou, que “coloca Águeda no topo dos municípios mais atrativos em matéria fiscal para o cidadão”.

“O programa municipal de protocolos e de descentralização para as freguesias, que em cada ano tem crescido em expressão económica e funcional, é um instrumento transparente e equitativo”, defendeu ainda Manuel Farias, para dizer que “não tem paralelo com os tempos idos do compadrio partidário”.

“O futuro está no caminho certo”

“Esta sustentabilidade proporcionada pela gestão municipal dos últimos anos é a garantia de que em Águeda o futuro está no caminho certo”, defendeu o socialista.
Manuel Farias regozijou-se ainda pela aposta na criação do parque empresarial para dizer que “confiamos no futuro e na consistência da alavanca”.
Mas Manuel Farias manifestou-se ainda preocupado com os “incumprimentos” da AdRA e da CIRA e o facto das acessibilidades externas e algumas acessibilidades internas “ainda não se encontrem resolvidas”. “Criar movimento e necessidades em consequência de um grande desenvolvimento da economia local, é o maior e o mais eficaz dos argumentos para desencadear as decisões necessárias no governo central; esta será uma das mais importantes consequências do trabalho de casa feito pela Câmara Municipal de Águeda, nesta fase de contraciclo positivo”, concluiu.

(reportagem na edição de 9 de novembro)
Autores

Notícias Relacionadas

*

Top