Águeda tem 99 bombeiros no corpo ativo

Nova lei orgânica da proteção civil dominou discursos nos 84 anos dos Bombeiros Voluntários de Águeda (Foto: JA Reportagens)

Fazem parte do quadro ativo da Associação Humanitária dos Bombeiros de Águeda 99 elementos, sendo que 21 são mulheres e 78 homens, revelou Manuel São Bento durante as comemorações dos 85 anos da corporação.

O presidente da corporação deu ainda nota que a relação do pessoal assalariado conta com 34 elementos, dos quais 12 são femininos e 22 masculinos. A Fanfara contabiliza um total de 22 elementos, 8 mulheres e 14 homens.
O parque de viaturas conta com um total de 48 veículos operacionais, ou seja 7 ambulâncias de socorro (1 das quais INEM), 12 ambulâncias de transporte de doentes, 3 veículos de comando, 11 viaturas de combate a incêndios, 5 veículos tanque, 4 veículos / equipamentos de socorro a náufragos, 1 veículo de desencarceramento e 5 veículos de apoio.
Durante o ano de 2019, os bombeiros de Águeda realizaram 8965 serviços de ambulatório, tendo transportado 13 114 utentes e as viaturas percorrido 424 136 quilómetros, tendo-se registado ainda 3245 emergências de INEM, com socorro a 3448 vítimas e 109 051 quilómetros percorridos, foram ainda chamados a combater 258 incêndios com 19 548 quilómetros percorridos. Os restantes serviços totalizam 523 serviços com 22 774 quilómetros percorridos.
Durante este ano, a associação formou 74 bombeiros em diversas áreas, quer na emergência hospitalar quer em ações de combate a incêndios. De salientar a deslocação a Espanha ao centro de formação especializado da SEGANOSA de 10 bombeiros e a formação nas instalações de Águeda de 11 bombeiros no curso de tripulante de ambulância de socorro.

(reportagem dos 85 anos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Águeda na edição de 18 de dezembro – versões e-paper e impressa)
Autores

Notícias Relacionadas

*

Top