Apesar do desemprego não há técnicos para trabalharem nas empresas de Águeda

“As empresas da região necessitam de técnicos em variadíssimas áreas e não há pessoas para nelas trabalhar”, o alerta foi deixado por Ricardo Abrantes, presidente da Associação Empresarial de Águeda (AEA), no seminário ensino profissional e empregabilidade, promovido pela Marques de Castilho.

O empresário e dirigente referiu-se, nomeadamente, à falta de torneiros, lembrando que “hoje os tornos são quase todos CNC pelo que já não é uma profissão suja”, mas também serralheiros mecânicos e electromecânicos, técnicos de manutenção de electricidade e técnicos de manutenção industrial.

(informação completa na edição impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top