Atlética Macinhatense em impasse diretivo

A Associação Atlética Macinhatense encontra-se a viver um impasse diretivo depois de não ter aparecido nenhuma lista a sufrágio nas assembleias para o efeito

A Associação Atlética Macinhatense encontra-se a viver um impasse diretivo depois de não ter aparecido nenhuma lista a sufrágio nas assembleias para o efeito

Com 69 anos de história, sendo que os últimos 20 foram com José Carlos Baptista à frente da direção, a Atlética Macinhatense vive dias difíceis, pois este dirigente tem mostrado a intenção de não se recandidatar a novo mandato.
A primeira assembleia, no passado dia 29 de junho, contou com a presença de 14 sócios, incluindo diretores, não tendo aprovado as contas da época 2017/2018 por falta de justificação para algumas dúvidas. Em declarações ao RA, Carlos Gonçalves, presidente da assembleia geral, frisou que “propusemos nessa primeira assembleia, eleger uma comissão diretiva a qual o atual presidente da direção fez questão de não querer participar; aliás nem ele, nem nenhum membro da atual direção”.
De referir que, segundo os estatutos, um dos requisitos para ser criada essa comissão, é que tem que quer pelo um membro da atual direção. Ficou então estipulado marcar nova assembleia, para aprovar as contas e eleger novos órgãos diretivos.

ELEIÇÕES
PARA BREVE?

Carlos Gonçalves referiu que o atual presidente da Atlética deixou bem claro na assembleia, que “caso haja alguém interessado para se candidatar e apresentar lista não encontrará o clube com dívidas”, esclarecendo que “a única dívida a entidades

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top