Banco Alimentar: Águeda foi o sexto município com mais alimentos recolhidos

Banco Alimentar

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu, no último fim-de-semana, 6.331 quilos de produtos alimentares no município de Águeda, de acordo com dados fornecidos pela delegação de Aveiro. Albergaria-a-Velha contribuiu com 5.696 quilos

Aveiro (22.155 quilos) foi o município com maior peso registado, seguido de Santa Maria da Feira (14.015), Espinho (9.329), Ílhavo (7.027) e Ovar (7.005). A seguir a Águeda, e além de Albergaria, surgem os municípios de Oliveira de Azeméis (5.893), São João da Madeira (5.744), Estarreja (5.247), Vale de Cambra (4.358), Oliveira do Bairro (4.170), Anadia (4.071), Vagos (3.303), Arouca e Mealhada (2.883), Sever do Vouga (1.949) e Murtosa (1.594).
O Banco Alimentar Contra a Fome de Aveiro recolheu, nas 155 superfícies comerciais envolvidas nesta campanha, um total de 113.653 quilos de géneros, quantidade inferior à da campanha de maio de 2016 (117.523 quilos).
Em Águeda, coube ao Rotary Club de Águeda coordenar a campanha, com o contributo de inúmeros voluntários e da Transágueda no transporte dos alimentos doados.

CONTRIBUIÇÃO ONLINE ATÉ DOMINGO

Ao valor recolhido durante o fim-de-semana vão acrescer as doações online e através de vales disponíveis nas lojas, ainda não contabilizadas nessa quantidade.
Todas as pessoas que não tiveram oportunidade de doar alimentos no fim-de-semana, podem ainda, até 4 de junho, contribuir online, no site www.alimentestaideia.pt. Prossegue também até à mesma data a Campanha “Ajuda Vale”, nas lojas Pingo Doce/Feira Nova, Dia/Minipreço, El Corte Inglês, Jumbo/Pão de Açúcar, Lidl e Modelo/Continente, e nas bombas da GALP e da BP, onde serão disponibilizados, em suportes próprios, cupões-vale de produtos seleccionados (azeite, óleo, leite, salsichas, atum e esparguete).
No distrito de Aveiro, mais de 1.500 voluntários de todas as idades disponibilizaram algum do seu tempo para participar nesta campanha. Tarefas como a recolha nos estabelecimentos comerciais, o transporte, a pesagem e a separação dos produtos, foram integralmente asseguradas por voluntários.
Odete Maia Marques, presidente do Banco Alimentar Contra a Fome de Aveiro, quis agradecer o papel dos voluntários e a solidariedade da população do distrito.
“Relembramos, uma vez mais, que os géneros alimentares recolhidos no distrito de Aveiro serão totalmente distribuídos por um total de 211 instituições de solidariedade social, que os entregam posteriormente a mais de 38.000 mil pessoas com carências alimentares, sob a forma de cabazes ou de refeições confecionadas”, referiu aquela responsável.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top