Bela Vista reconheceu nos 41 anos

Rosinha Madeira

Rosinha Madeira, “a mãe da Bela Vista”, o comendador Augusto Gonçalves, pelo contributo especial dado no arranque a instituição, e as primeiras pessoas que deram corpo ao seu trabalho com crianças – a educadora Maria da Luz, a assistente social Isabel Cristina e a psicóloga Lucinda Roque – foram alvo de reconhecimento por parte dos órgãos sociais da Bela Vista – Centro de Educação Integrada de Águeda

O jantar que assinalou os 41 anos da Bela Vista reuniu perto de 270 pessoas, mostrou um filme sobre a história da instituição e reconheceu “a coragem e determinação” de quem iniciou o trabalho em outubro de 1975 e ainda das suas atuais colaboradoras – “uma casa destas não é ninguém sem os profissionais” –, bem como os anos de ligação de duas ex-funcionárias: os 41 anos de Olga Castro e os 35 anos de Helena Quaresma, reformada recentemente.

(reportagem completa na edição da semana – versões e-paper e impressa)

Foto: JA REPORTAGENS

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top