BTT: Ruben Almeida campeão nacional de maratona

p Ruben Almeida, campeão nacional masculino, no pódio com a vencedora de elites femininas

O aguedense Ruben Almeida (BTT Seia) sagrou-se campeão nacional de maratona (XCM) em Melgaço, na categoria de elites, cumprindo os 90 kms (com 2658 metros de acumulado de subida) em 4h10m23s. Vai representar Portugal no europeu e no mundial

Ruben Almeida, exibindo o dorsal 74, triunfou de forma categórica, com quase dois minutos de vantagem sobre Tiago Ferreira (DMT Racing Team), que concluiu a prova em 4h12m15s. O vice-campeão mundial de XCM foi agora destronado, depois de uma sequência de três títulos consecutivos (de 2015 a 2017). José Dias (DMT Racing Team) fechou o pódio.
O betetista natural de Póvoa do Vale do Trigo (Belazaima do Chão) deu assim sequência à boa forma que vinha evidenciando, com vitórias em competições de fundo que se têm vindo a disputar em Águeda e no norte do país.

EMOÇÃO APÓS
CORTAR A META
Apesar de este não ser o primeiro título de Ruben Almeida – já tinha sido campeão nacional em XCM em 2012 – o atleta não escondeu a sua imensa satisfação após cortar a meta, com um abraço prolongado à namorada.
“Sabia à partida que ganhar era quase impossível e nunca acreditei nisso”, referiu Ruben Almeida ao RA, salientando a qualidade de Tiago Ferreira, “o melhor do mundo”. “Queria tentar os três primeiros lugares mas sabia que era muito complicado, até porque não tinha ritmo competitivo, tirando os granfundos que ganhei, mas são bem diferentes do BTT”, explicou.
Os pés estão assentes no chão. “Eu tive um dia perfeito, sem falhas, e o Tiago não esteve ao nível que costuma estar, mas a competição é mesmo assim”, considerou Ruben Almeida, que com o título nacional reservou um lugar nos próximos campeonatos mundial e europeu. “É uma sensação incrível, principalmente porque sou uma pessoa normal, com uma vida normal, que trabalha oito horas diárias”.

CLUBE BTT
PRESENTE
Na categoria elites correram vários ex-ciclistas profissionais, como o olímpico David Vaz (6º), Bruno Sancho (8º) e Micael Isidoro (12º). E também João Cruz (Clube BTT de Águeda/Fundiven), que concluiu em 20º com 4h59m00. Terminaram 62 betetistas, tendo desistido oito.
Em elites femininos (67 kms com 1980 de acumulado) venceu Ana Antunes (Ser e Parece Pro Bike Team), tendo sido acompanhada no pódio por Celina Carpinteiro (BTT Loulé/Elevis) e Ilda Pereira (Xasa MYzé team).
O Clube BTT de Águeda/Fundiven participou com mais três atletas. Bruno Batista não concluiu a sua prova em master 30, Licínio Fragoso foi 21º com 5h45m15 em master 40 e Abílio Moreira 3º com 4h04m47 em master 55.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top