Caos no Tribunal de Águeda

Apesar da reforma do mapa judiciário ter tido início no dia 14, os móveis só agora chegam ao Tribunal de Águeda e pelos corredores amontoam-se processos, aos quais os funcionários, em número insuficiente, não conseguem dar resposta. Há também um único juiz para 18 mil processos.

O RA ouviu advogados (ler na edição impressa). O delegado da Ordem dos Advogados, Castro Madeira, é crítico em relação ao timing escolhido para por em marcha a reforça da justiça, em pleno ano judicial, insinuando a existência de “interesses eleitoralistas”.

(informação completa na edição impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top