Cassete Pirata e Filipe Sambado num duplo concerto em Águeda

Centro De Artes De Águeda

Cassete Pirata e Filipe Sambado vão atuar no auditório do Centro de Artes de Águeda no dia 1 de fevereiro (sábado), pelas 21h30. O espetáculo, um duplo concerto com as duas novas revelações da música pop nacional, tem a duração de 2h30, com intervalo entre bandas. O ingresso tem um custo de 8 euros.

CASSETE PIRATA lançou o aguardado disco de estreia “A Montra” no passado mês de maio. O single “Ferro e Brasa” — que não tem saído do top 10 da votação A3.30 nos últimos meses, muitas das semanas na primeira posição — deu um passo em frente na revelação da música deste disco e vem cumprindo todas as promessas que se adivinhavam desde logo nos corações expectantes dos ouvintes e já seguidores desta jovem banda portuguesa. A banda, composta por João Firmino (Pir), que na linha da frente da banda garante a voz e a guitarra, é sustentada pelas vozes e os teclados de Margarida Campelo e Joana Espadinha e encaixada na estrutura de energia que são o baixo de António Quintino e a bateria de João Pinheiro. A produção musical ficou ao cargo do amigo de longa data, Luís Nunes, que conhecemos por Benjamim. Nesta vitrine de canções vamos ser levados pela narrativa do trabalho diário de um artista na construção da sua música que se assemelha ao processo que cada um de nós passa, individualmente, sobre a busca de nós próprios. A exposição e o avanço que se faz na direção do que nos rodeia implica sempre um desprendimento para com a expetativa que recai sobre os outros, sobre os resultados finais de cada momento. O caminho conjunto é então uma busca pela justiça a ser feita ao processo único que é aquele que nos conduz a cada dia — e a um artista o que o conduz à sala de ensaios, ao palco, aos escaparates, num encontro verdadeiro com o público. A espreitar do mostruário da música portuguesa desde 2017, com destaque para os temas “Pó no Pé”, “Outra Vez” e “Sem Norte”, o EP de estreia dos Cassete Pirata prometia-nos desde logo um disco digno de nota do pop rock atual. Aqui está ele: A Montra.

Voz e guitarra: Pir
Voz e teclados: Margarida Campelo, Joana Espadinha
Baixo: António Quintino
Bateria: João Pinheiro
FILIPE SAMBADO inaugurou o seu percurso musical em 2012 com o lançamento do EP “Isto Não É Coisa Pra Voltar a Acontecer”. No entanto, aconteceu mesmo e assim chegaram até nós “1,2,3,4” e “Ups… Fiz Isto Outra Vez”, que abriram caminho para “Vida Salgada”, o seu primeiro longa duração lançado em 2016. A este sucedeu-se “Filipe Sambado & Os Acompanhantes de Luxo” editado em abril de 2018 com selo NorteSul/Valentim de Carvalho. Aclamado pela crítica especializada e pelo público, foi considerado o melhor disco nacional do ano pela Antena 3, Radar, Vodafone FM, entre outras publicações, e nomeado para os Prémios SPA 2019 na categoria de Música – Melhor Trabalho de Música Popular. Em 2020 Filipe Sambado participa no Festival da Canção, interpretando um tema original que figurará no seu novo disco “Revezo”, o seu segundo pela NorteSul/Valentim de Carvalho e terceiro trabalho sob a alçada da agência e promotora Maternidade.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top