Notícias: sociedade

Assinalado o 99.º aniversário do Combate das Barreiras

Combate das Barreiras foi há 99 anos

Combate das Barreiras foi há 99 anos

Águeda teve um papel determinante no combate que opôs monárquicos e republicanos, em 1919, ao travar os exércitos da Monarquia do Norte, na batalha que ficou conhecida por Combate das Barreiras, que decorreu entre Recardães e Serém, a 27 de janeiro. O 99º aniversário da efeméride foi uma vez mais comemorada pela Associação dos Naturais

Incêndios trazem dor e luto, impotência e revolta, destruição e pobreza! Penalizam fortemente o meio ambiente e a qualidade de vida das populações. Estamos de luto e não publicamos fotografias avermelhadas pelas chamas que nos indignam. Apelamos a todos para que o façam. Se repudiamos que incêndios possam começar às 4 da manhã, digamos não ao espetáculo da destruição!

Incêndios ficaram às portas do concelho de Águeda

Ardeu área florestal em Tondela, Mortágua, Anadia, Mealhada, Oliveira do Bairro, Vagos, Sever do Vouga e Oliveira de Frades. Casas e empresas foram consumidas pelas chamas. Morreu gente. As chamas trouxeram um ar irrespirável, fumo e cinzas, dor e luto. À região, ao distrito, ao norte e centro, ao país – que voltou a assistir

Incêndios trazem dor e luto, impotência e revolta, destruição e pobreza! Penalizam fortemente o meio ambiente e a qualidade de vida das populações. Estamos de luto e não publicamos fotografias avermelhadas pelas chamas que nos indignam. Apelamos a todos para que o façam. Se repudiamos que incêndios possam começar às 4 da manhã, digamos não ao espetáculo da destruição!

Incêndios em Águeda e na região

A recolha de lixo em Águeda e na região está parada desde sábado, em consequência do incêndio deste domingo, devido aos danos provocados na Estação de Tratamento Mecânico e Biológico (UTMB) de Eirol. O equipamento ficou rodeado pelas chamas. Os danos, designadamente a nível da energia elétrica, estão a ser reparados. A situação deverá ficar

Paulo Domingues

Recuperação ecológica do Cabeço Santo: a semente de uma viagem espiritual

Em setembro de 2006 Paulo Domingues lançava à terra a primeira semente do Projeto Cabeço Santo que é hoje, provavelmente, um dos maiores trabalhos nacionais de recuperação e conservação da biodiversidade. Apostado em devolver à mata do Cabeço Santo, em Águeda, a ancestral vegetação derrotada por eucaliptos e acácias, o antigo aluno e professor da

Top