Notícias: Entrevistas

Paulo Balreira Guerra

“Tenho muitas recordações positivas desta terra que fez de mim o que sou hoje”

“Tenho muitas recordações positivas desta terra que fez de mim o que sou hoje”

Paulo Balreira Guerra nasceu em Águeda. É psicólogo de formação, tem vários livros publicados e é docente universitário. Será um dos oradores da terceira sessão do “entretanto”, marcada para dia 18 de janeiro, iniciativa que junta aguedenses para partilhar as suas experiências profissionais. Em entrevista ao Região de Águeda, Paulo Balreira Guerra fala das suas

Jorge Fesch, CEO da AAPICO SA

“Águeda terá mais projetos e mais trabalhadores”

“Estamos muito satisfeitos com esta alteração acionista porque nos abre outros caminhos numa rota que as empresas portuguesas também têm vindo a palmilhar”. Jorge Fesch, chairman & CEO da AAPICO MAIA S.A., sobre a recente alteração da estrutura acionista da unidade instalada inicialmente como Sakthi em Águeda. Considera que “vai reforçar” o projeto inicial. Insiste

Pavilhão da ARCA

ARCA: “Concluir as obras de beneficiação do pavilhão é prioridade”

A ARCA Associação Recreio Cultura e Assistência de Aguada de Baixo comemora 33 anos no dia 16 de novembro, com um jantar, que reunirá sócios e amigos da coletividade, no pavilhão. Em entrevista ao RA, Miguel Encarnação, presidente da direção, fala das principais necessidades da associação, que passam sobretudo por concluir as obras de beneficiação

Maria Elisa Gonçalves, presidente do Paraíso Social

“Recrutamento de recursos humanos afeta” as IPSS – Paraíso Social

O Paraíso Social comemora 20 anos, com um jantar marcado para sábado, dia 23, a partir das 19h30, no salão da Junta de Freguesia. Elisa Gonçalves, presidente da direção, faz um “balanço francamente positivo” destes 20 anos, fala da situação financeira da instituição que classifica de “razoavelmente equilibrada” e das principais dificuldades que passam sobretudo

Luís Soares, músico e presidente da direcção da ARCEL

Obras na sede “condicionaram” atividade da ARCEL

A ARCEL viu-se “forçada” a fazer uma pausa na sua atividade devido a obras na sede. Algumas secções estiveram mesmo paradas, como refere Luís Soares, presidente da direção da coletividade. “Algumas salas não se encontram com as condições que pretendemos, mas temos já o essencial para o regresso ao trabalho”, diz.

Pavilhão Eng. Carlos Manuel Roque, do Centro Cultural de Barrô

CC Barrô conseguiu “fazer face a alguns problemas estruturais do pavilhão”

Daniela Rocha, presidente da direção do Centro Cultural de Barrô (CCB), que comemora 56 anos no sábado, faz um “balanço bastante positivo” do atual mandato, destacando os “bons resultados em todos os escalões” e a resolução de alguns problemas “estruturais” no pavilhão. Falando sobre as principais dificuldades, a dirigente destaca a “falta de apoios financeiros”

Top