Centro de inovação e tecnologia em Águeda

Sessão solene após lançamento da primeira pedra da Sakthi

O CITNM – Centro de Inovação e Tecnologia N. Mahalingam – está a ser inaugurado publicamente esta terça e quarta-feira em Águeda, com um evento no Palácio da Borralha “que traz à cidade personalidades de relevo mundial da indústria automóvel, da fundição e metalurgia, bem como da investigação e mundo universitário”

De acordo com Vítor Anjos, manager geral, “estarão presentes parceiros empresariais e académicos de países como Alemanha, Brasil, Espanha, Estados Unidos, França, Índia, Reino Unido e Suécia, para além de Portugal”.
O CITNM tem como missão “preparar as próximas gerações num ambiente escola-empresa de excelência. Pretende ser um centro de geração e disseminação de conhecimento, especialmente vocacionado para as indústrias da mobilidade e, em particular, do automóvel, fundição e metalurgia”.
Com base na dinamização de parcerias nacionais e internacionais, o CITNM tem como eixos principais de intervenção a investigação e desenvolvimento, educação e formação.
Formalmente criado há cerca de um ano, tem já atividades em curso, como o curso técnico especialista tecnologia de materiais, metalurgia e metalomecânica, a decorrer desde setembro, na sua sede, na Incubadora Cultural de Águeda. Este curso CET (nível 5) conta com 13 formandos, todos da região, e é mais um resultado do modelo de parcerias do CITNM, neste caso com o CINFU – Centro de Formação Profissional da Indústria de Fundição.
Nos últimos meses arrancaram igualmente outros projetos, como as Casting Clinics. São encontros mensais para debate de “temas relevantes” para a indústria da fundição e as empresas, que tem vindo a juntar empresários, engenheiros, técnicos, gestores e outros profissionais da região. Realizam-se na primeira quinta-feira de cada mês, pelo que a próxima Casting Clinic será dia 3 em novembro.
Para breve, segundo Vítor Anjos, está previsto o lançamento de um mestrado em fundição com a Faculdade de Engenharia da Universidade Porto, além de um projeto europeu de investigação coordenado pelo IK4 – Azterlan, um dos líderes mundiais na Investigação na área da metalurgia, a financiar pelo Horizonte 2020 – União Europeia.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top