Ciclismo: “Tive um início muito forte mas as quedas foram prejudicando a minha forma” (Edgar Pinto)

Três quedas fizeram a diferença na prestação de Edgar Pinto na Volta a Portugal deste ano. Após o 4º lugar alcançado em 2013, a quinta posição na geral em 2014 reflete a penalização de um corredor martirizado pelas quedas, depois de ter andado em terceiro e segundo lugar, sendo na altura o melhor português.

“O Gustavo Veloso estava muito forte e fazia a diferença no contrarrelógio mas o segundo ou o terceiro lugar era perfeitamente possível”, considera Edgar Pinto, fazendo para o RA o balanço da sua participação na prova. “Tive um início de Volta forte; depois, algumas infelicidades com as quedas foram prejudicando a minha forma”, referiu o ciclista natural de Águeda e residente em Albergaria-a-Velha. “Fui-me defendendo ao máximo mas a cada dia que passava fui ficando pior, agravando sempre o meu estado”.

 (MAIS INFORMAÇÃO NAS VERSÕES E-PAPER E IMPRESSA)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top