Cidadãos decidem sobre 500 mil euros no orçamento participativo

Águeda

Teve início esta segunda-feira, a edição 2017/2018 do orçamento participativo de Águeda (OP-Águeda), através do qual os cidadãos decidem sobre investimentos no valor global de 500 mil euros.
Os projetos são propostos pelos cidadãos. A participação no OP-Águeda é circunscrita a cidadãos com 16 ou mais anos, naturais e/ou residentes no concelho de Águeda, bem como os que estão afetos por razões académicas. Em termos práticos, a plataforma validará automaticamente a elegibilidade dos participantes, dado que está ligada ao Portal de Recenseamento e no caso dos menores de 18 anos e estudantes da ESTGA – Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, será emitido um login pessoal de acesso à plataforma a cada aluno.
Em termos de votação, a Plataforma Participativa está preparada para um sistema de votação através de tablets, pelo que, tal como na anterior edição, não haverá votos em papel na fase de votação.

UM CIDADÃO, DOIS VOTOS

Nas sessões de votação será possível que as pessoas “infoexcluídas” possam exercer no momento os seus dois votos, com o apoio da equipa do OP-Águeda.
A edição deste ano apresenta como novidade o facto de os dois votos serem de utilização obrigatória em duas freguesias diferentes (ou um projeto de freguesia e um de âmbito municipal).
O número de propostas que passa à fase de análise técnica depende do número de participantes na sessão. Assim, será selecionada uma proposta, acrescida de mais uma por cada 10 pessoas, até ao limite máximo de cinco. Será utilizado o mesmo critério para as propostas submetidas através da plataforma participativa (não presenciais).
As propostas podem ser já apresentadas através da Plataforma Participativa do OP-Águeda em http://orcamentoparticipativo.cm-agueda.pt (Leia mais na edição da semana)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top