Conservatório de Música abre inscrições para o ano letivo 2018/2019

Casa do Adro, sede do Conservatório de Música de Águeda

O Conservatório de Música de Águeda abriu as inscrições para os cursos de música, em regime oficial e livre, até ao dia 8 de junho. As provas de acesso aos cursos oficiais têm lugar de 25 a 28 de junho, das 10h às 13h.

A oferta educativa para o ano letivo 2018/2019 abrange cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação, como os cursos básico e secundário em regime articulado e supletivo, e iniciação musical. Oferece ainda a possibilidade dos cursos livres, não financiados, que são direcionados aos alunos de qualquer faixa etária, que não pretendam obter qualquer certificação.

No Conservatório são lecionados os seguintes instrumentos: violino, viola d’arco, violoncelo, contrabaixo, guitarra clássica, clarinete, flauta transversal, oboé, fagote, saxofone, trompete, trombone, trompa, tuba, piano, acordeão, canto, percussão e bateria.

Curso de iniciação musical a partir dos seis anos

Para crianças a partir dos 6 anos, que se encontrem a frequentar o 1º ciclo, o curso de iniciação musical tem por objetivo “estimular as vocações musicais, desenvolvendo conceitos como a coordenação motora, memória, concentração, criatividade e responsabilidade das crianças”, proporcionando os primeiros passos na aprendizagem de um instrumento.

A partir dos 10 anos, os alunos podem frequentar o curso básico de música em regime articulado ou supletivo. Tendo uma duração de cinco anos (graus), este curso oferece aos alunos a possibilidade de adquirir as primeiras competências musicais e de domínio de um instrumento musical, desenvolvendo ainda o trabalho da música de conjunto. Em regime articulado, é exigida a correspondência ao ano de escolaridade (5º ano de escolaridade e 1º grau de música), e a frequência de uma das escolas de referência protocoladas como o Conservatório. Após a conclusão do curso básico, o aluno pode optar pelo prosseguimento de um curso secundário de música.

O curso secundário pode ser frequentado em regime articulado ou supletivo, podendo candidatar-se os alunos que se encontrem numa das seguintes condições: tenham concluído um curso básico na área da música; tenham completado todas as disciplinas da componente vocacional de um curso básico na área da música, em regime supletivo; não tendo concluído um curso básico na área da música, possuam habilitações do 9.º ano de escolaridade ou equivalente.

Apoios sujeitos ao número de vagas

Os cursos de iniciação musical, básico e secundário, podem ser apoiados financeiramente pelo Ministério da Educação, sujeitos, no entanto, ao número de vagas e financiamento disponível em contrato de patrocínio. Caso se verifique a existência de vaga no regime pretendido e no financiamento disponível para cada ano letivo, o Conservatório considera a matrícula apta a apresentar em contrato de patrocínio. Verificando-se a condição anterior, os alunos que integrem o regime articulado usufruirão da isenção do pagamento de propinas.

A frequência da iniciação musical e cursos básico e secundário em regime supletivo, implica o pagamento de propinas, estando igualmente sujeitos ao número de vagas e financiamento disponível em contrato de patrocínio.

Os interessados poderão obter mais informações junto dos serviços administrativos do Conservatório (Casa do Adro), por correio eletrónico geral@conservatoriodeagueda.org ou através do telefone 234 622 780.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top