Incêndios em Águeda e na região

Incêndios trazem dor e luto, impotência e revolta, destruição e pobreza! Penalizam fortemente o meio ambiente e a qualidade de vida das populações. Estamos de luto e não publicamos fotografias avermelhadas pelas chamas que nos indignam. Apelamos a todos para que o façam. Se repudiamos que incêndios possam começar às 4 da manhã, digamos não ao espetáculo da destruição!

A recolha de lixo em Águeda e na região está parada desde sábado, em consequência do incêndio deste domingo, devido aos danos provocados na Estação de Tratamento Mecânico e Biológico (UTMB) de Eirol.

O equipamento ficou rodeado pelas chamas. Os danos, designadamente a nível da energia elétrica, estão a ser reparados. A situação deverá ficar solucionada até amanhã. É possível que, em consequência desta anomalia, se verifique acumulação de lixo nos pontos de recolha.
Os incêndios que afetaram a região estão entretanto em fase de rescaldo.

Segunda-feira – 9h – A Autoridade Nacional de Proteção Civil registou um incêndio em Casal de Alvaro (freguesia de Recardães e Espinhel, concelho de Águeda), proveniente de uma queima, com início às 7h09 desta segunda-feira. Envolveu cinco operacionais e um meio terrestre e está resolvido.

Nas imediações do concelho de Águeda, há ocorrências em Talhadas, Bustos e Alquerubim (em fase de resolução ou conclusão), mas as situações que envolvem mais meios verificam-se Ílhavo, Mealhada, Sangalhos, Vagos e Oiã. Esta ocorrência, que afetou fortemente a zona industrial, iniciou-se às 16 horas de domingo, envolvendo a esta hora 103 operacionais e 26 viaturas. Em curso estão ainda incêndios em Couto de Esteves (Sever do Vouga), Oiã (Oliveira do Bairro) e Santo André (Vagos).

No distrito de Aveiro, o incêncio de Vale de Cambra envolve cerca de 300 operacionais e 94 meios terrestres. (9h15)

Entretanto, uma jovem grávida de 19 anos faleceu na A25, junto à estação de serviço de Vouzela, no sentido Viseu – Aveiro, vítima de choque frontal. O acidente causou mais quatro feridos graves. Os condutores terão invertido o sentido de marcha quando se depararam com as chamas.

domingo – 19h25 – Incêndios – duas situações preocupantes no município de Águeda este domingo, uma na zona serrana, outra junto à zona industrial de Oiã, ambas com início ao final da tarde de hoje (dia 15). Em Macieira de Alcoba, um incêndio envolve vários meios. Começou no concelho de Águeda, atinge mais diretamente Macieira e Urgueira,  evoluindo em direção ao município de Oliveira de Frades por Destriz. Em Oiã, na confluência com a freguesia de Fermentelos, as chamas atingiram algumas empresas. A A1 e as estradas nacionais entre Oiã e Mamodeiro e Oiã e Palhaça foram cortadas ao trânsito. Este incêndio começou em Águas Boas.

(Nota: seguindo a opção editorial que mantém há vários anos, e em luto com esta situação calamitosa, o Região de Águeda recusa-se a publicar fotos avermelhadas pelas chamas)
Autores

Notícias Relacionadas

*

Top