Empresários de Águeda apelam ao Presidente da República

O anunciado aumento dos custos energéticos, que já antes originara um protesto junto do ministro da Economia, com um pedido de audiência, originou o envio de uma carta de apelo da Associação Empresarial de Águeda ao Presidente da República.

Pedem os empresários que Cavaco Silva intervenha no mercado da energia “de forma a responder positivamente aos anseios das micro e PME’s em anular os aumentos recentemente anunciados do gás e da electricidade”.

A associação presidida por Ricardo Abrantes expressa “a preocupação das empresas associadas quanto às dificuldades sentidas na sequência do anúncio de aumento dos preços”, que considera  “abusivos e descabidos de qualquer racionalidade” Para a AEA, as novas tarifas “terão consequências muito graves na competitividade das empresas e, também, na vida das famílias portuguesas”.

(informação completa na edição impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top