Empresários de Águeda escrevem ao primeiro-ministro

estrada Águeda - Aveiro

A Associação Empresarial de Águeda (AEA), em carta dirigida ao primeiro-ministro, reclama a inscrição da ligação rápida Águeda/Aveiro no mapa dos investimentos prioritários para a região

Na missiva, a associação manifesta preocupação pela “não contemplação da ligação viária no investimento em novas estradas recentemente anunciado pelo Governo”, considerando que tal decisão revela “total insensibilidade aos problemas rodoviários que afetam a região e total desconhecimento da rede viária que serve este município”.
“Águeda tem cativado a instalação de novas unidades industriais, várias de capital estrangeiro, as restantes empresas aqui instaladas estão a investir forte na inovação e modernização, e a todo este dinamismo é necessário prestar a atenção adequada”, reclama a associação.
Não construir esta ligação rápida representa, segundo a AEA, maiores dificuldades na deslocação dos cidadãos, na atração de recursos humanos, maior custo no transporte de mercadorias e maior dificuldade no transporte de doentes e feridos.
A AEA relembra ainda que a ligação rápida é uma promessa de muitos governos que nunca foi cumprida.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top