Empresários pedem reforço dos meios policiais nas zonas industriais

A Associação Empresarial de Águeda (AEA) pede o reforço dos meios policiais em Águeda, principalmente no horário noturno e durante o fim de semana, para aumento da segurança nas zonas industriais.

Em carta enviada ao ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, a associação queixa-se da  onda de assaltos e furtos a estabelecimentos industriais e comerciais “que ainda mais prejudicam a já débil situação económica das empresas”.

“Atualmente tudo é passível de roubo, sucata, cobre, paletes, computadores, viaturas, etc., gerando avultados prejuízos para as empresas nossas associadas”, acrescenta, denunciando ainda o “clima de impunidade” existente “porque todos os materiais roubados são colocados no mercado através de recetores de material furtado, que vivem impunes com a presente situação”.

A carta foi enviada ainda à Câmara Municipal de Águeda, Comando Geral da Guarda Nacional Republicana

Posto Territorial de Águeda da GNR, Delegação Regional do Centro do Ministério da Economia e comunicação social.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top