Empresários reclamam junto à CMVM

A Associação Empresarial de Águeda (AEA) e a Associação Comercial e Industrial da Bairrada(ACIB) pediram “a nulidade dos contratos de swap de taxa de juro” junto da CMVM, na sequência da reclamação enviada recentemente.

As duas associações têm denunciado “práticas bancárias dos bancos privados associadas às operações de swap de taxa de juro eticamente recrimináveis e que estão a gerar muitos milhares de euros de prejuízo a centenas de empresas de Norte a Sul do país”.

Para as duas associações empresariais, “a consequência destas práticas é que os bancos estão a apresentar avultadas lucros com os contratos de swap de taxa de juro e estão a arrecadar avultadas importâncias à conta do atropelo da lei e da violação das obrigações a que estão obrigados”. 

(informação completa na edição impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top