Escuteiros em Águeda há 55 anos

Escuteiros do Agrupamento 141 do CNE de Águeda

O Agrupamento 141 do CNE de Águeda completou 55 anos de existência. Foi em 23 de Abril de 1961 que pela “mão” do Padre Miguel nasceu em Águeda o movimento escutista, o Agrupamento 141 de Santa Eulália de Águeda

Para festejar 55 anos de existência ininterrupta, o agrupamento teve um fim-de-semana bastante preenchido. O Bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, transmitiu aos jovens escuteiros, dirigentes e pais o quer é ser escuteiro católico e os desafios nos dias de hoje. Este contacto culminou com a visita à sede do agrupamento onde todos puderam ver a renovação efetuada num espaço agora mais escutista.

REPTO PARA O “MUSEU”

Na sala a que hoje se chamas de “museu” do agrupamento, outrora primeira sede do 141 no Cefas, foram exibidas fotografias e lembranças desde a Fundação até aos dias de hoje, destacando a camisa de um dos fundadores, o escuta Augusto José Castilho, que gentilmente a cedeu ao agrupamento.
A direção do Agrupamento 141 do CNE de Águeda lança, no entanto, um repto a todos os escuteiros, principalmente os mais antigos, que tenham material, que o cedam para que a sala seja enriquecida. A ideia é mostrar um pouco do espólio escutista, nomeadamente os antigos estandartes do agrupamento.
Para terminar estes momentos de vivência escutista, D. António Moiteiro, descerrou uma placa comemorativa do 55.º aniversário do agrupamento e da sua visita pastoral à paróquia de Águeda, numa parede junto à sede da direção do agrupamento e juntamente com o assistente, chefe de agrupamento e chefe regional cortou o bolo de aniversário.

JOGO DE FAMÍLIAS

Ainda durante a manhã, todo o agrupamento deslocou-se para a Alta Vila onde decorreu um jogo de “famílias” em que todas as secções interagiram e partilharam de experiências com os mais velhos, com os caminheiros e pioneiros, a desempenharem o papel de pais de cada família. O jogo ajudou a desenvolver conhecimentos escutistas e a reforçar laços entre os elementos do agrupamento.
Para terminar, parte dos 102 elementos que compõem o efetivo do Agrupamento 141 do CNE de Águeda juntaram-se em frente da residência da Alta Vila para, tal como há 55 anos, perpetuarem o momento com uma fotografia. Já na eucaristia, presidida pelo bispo, festejaram-se os 25 anos de atividade como dirigente do CNE e do Agrupamento 141, do atual chefe de agrupamento, Rogério Matias.
O Agrupamento 141 do CNE de Águeda, para terminar o festivo fim-de-semana, participou na festa regional do São Jorge, em Anadia, com 86 elementos.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top