Espetáculo da opÁ encheu as traseiras da Incubadora de Empresas

OpÁ

A opÁ! – orquestra percussiva de Águeda voltou a apresentar-se no Agitágueda, desta vez fora do recinto principal, inventando o seu próprio cenário: as traseiras da Incubadora de Empresas. Um novo palco para um grande projeto artístico-social e comunitário, assistido por uma multidão que acorreu pela Rua de Baixo no domingo.

O espetáculo da opÁ envolveu centenas de crianças e jovens, coordenados pela d’Orfeu AC, oriundos de diversas instituições sociais do concelho: Instituto Duarte Lemos, Delegação de Águeda da Cruz Vermelha, Bela Vista – Centro de Educação Integrada, Agrupamento de Escolas de Águeda, Centro Social e Paroquial de Recardães, Cerciag, Agrupamento Escolas de Valongo do Vouga, Fanfarra da Mourisquinha e Secção Cultural da LAAC.
Além dos parceiros, houve ainda espaço para alunos e formadores da EMtrad’, Coro Play e alunos do Conservatório de Música da Jobra, entre outros convidados. Aos instrumentos de percussão, construídos a partir de materiais reciclados, juntaram-se vozes, teatro e muita espontaneidade. A opÁ proporcionou a animação das ruas da baixa, levando o público a acompanhar uma alegre viagem rítmica.
“Estímulo para o caráter inclusivo da Orquestra Percussiva de Águeda têm sido as distinções e reconhecimento recebidos pelo projeto”, referiu a d’Orfeu, que contou com o apoio municipal de a União de Freguesias Águeda e Borralha. Na apresentação de domingo foi relembrada a menção honrosa do prémio Acesso Cultura, recentemente atribuída.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top