Estarreja e Cacia ativam Fundo Emergência Abem 

Campanha da Abem

Estarreja e Junta de Freguesia de Cacia integram as vinte seis autarquias e IPSS que ativaram o Fundo Emergência Abem COVID-19. Em tempo de pandemia e antecipando as dificuldades específicas de muitas famílias portuguesas, o Fundo Emergência Abem COVID-19 já está a ajudar famílias que se viram privadas do acesso aos medicamentos. A expetativa é de crescimento exponencial de beneficiários nas próximas semanas, em face do agravamento de situações de desemprego e situações de lay-off em empresas.

As entidades de terreno estão a identificar cidadãos que devido à pandemia do novo coronavírus apresentem necessidades específicas para serem apoiados no acesso a medicamentos, produtos e serviços de saúde. «A pandemia COVID-19 vai levar muitas famílias a situações de carência económica que precisam da ajuda de todos nós para aceder a bens essenciais como os medicamentos. Por outro lado, há doentes de risco que necessitam de receber em casa os medicamentos hospitalares evitando deslocações a hospitais. Com a solidariedade de todos, a Emergência Abem COVID-19 vem dar resposta a quem mais precisa», refere Maria de Belém Roseira, embaixadora da Associação Dignitude, entidade promotora da iniciativa.

Este movimento solidário abre portas a todas entidades que se queiram juntar e apoiar os mais vulneráveis. Envolvidas no Fundo Emergência Abem COVID-19 estão, para já, as câmaras municipais de Alcobaça, Alfândega da Fé, Bombarral, Chaves, Constância, Estarreja, Estremoz, Felgueiras, Figueira da Foz, Mação, Mafra, Óbidos, Oleiros, Ourém, Ribeira Grande, Santa Cruz, Sardoal, Seia, Sertã, Soure, Vila Velha de Rodão. Aderiram igualmente a Junta de Freguesia de Cacia e a União das Freguesias de Caldas da Rainha – Nossa Sr.ª do Pópulo, Coto e São Gregório. Outras entidades referenciadoras são a Cáritas Diocesana de Bragança-Miranda, a Conferência Vicentina São João de Deus de Pedrouços e a Fundação Nunes Barata.

A distribuição dos medicamentos hospitalares, entregues por mais de 20 hospitais, é assegurada pelo Fundo Emergência Abem COVID-19 o que permite aos cidadãos recebê-los nas suas casas ou, caso prefiram, numa farmácia local, evitando deslocações que coloquem em risco a sua saúde.

Dezenas de empresas e cidadãos solidários já contribuíram para esta causa totalizando, até ao momento, 159.106,71 euros.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top