ESTGA termina ano com aulas e avaliações à distância

ESTGA

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA) iniciou as aulas à distância no dia 23 de março e vai terminar o ano letivo nesse regime

A alteração de todas as atividades letivas para o modo não presencial exigiu “um enorme esforço e empenhamento dos estudantes, bem como dos docentes e do pessoal técnico, administrativo e de gestão”, deu nota o diretor da escola, Marco Costa.
“Se, por um lado, o ensino na ESTGA tem um cariz eminentemente prático que, em certa medida fica comprometido com o ensino a distância, por outro, a enorme proximidade estudante-docente tem facilitado a identificação de soluções para mitigar as limitações inerentes a este tipo de ensino”, acrescenta o diretor.
De acordo com Marco Costa, algumas atividades letivas de cariz prático, laboratorial ou oficinal, estão a decorrer com recurso a simuladores e à utilização de software especializado, bem como através da aquisição pela ESTGA de equipamentos e kits específicos que têm sido enviados por correio para casa dos estudantes.
A utilização de meios tecnológicos à distância, em particular para videoconferência, tem permitido à ESTGA manter a regularidade da atividade letiva, ajustando alguns métodos de avaliação.

APOIO AOS ESTUDANTES SEM COMPUTADOR

Já as limitações de acesso aos meios tecnológicos identificados pelos estudantes têm sido resolvidas através dos meios da escola e de um grupo central de apoio que a UA constituiu para o efeito, revela Marco Costa.
Ainda de acordo com o diretor, a ESTGA, em articulação com a reitoria da UA, diligenciou junto da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES), no caso das licenciaturas, e da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), no caso dos cursos técnicos superiores profissionais (CTeSP), para que todos os estudantes pudessem concretizar as suas unidades curriculares de estágio em regime de teletrabalho ou na modalidade de projeto, salvaguardando-se a adequação dos planos de trabalho e as respetivas competências.
Refira-se que, apesar do fim do estado de emergência que vigorou até 2 de maio, a reitoria da UA tinha já determinado a continuidade da atividade letiva em regime de ensino a distância até ao final do 2.º semestre do ano letivo de 2019/2020, podendo haver exceções quer no ensino quer nas avaliações. Outra consequência foi o adiamento ou cancelamento de alguns eventos previamente calendarizados e a migração de outros para versões online.
Segundo Marco Costa, a comunidade ESTGA está “empenhada e organizada para terminar o presente ano letivo através do ensino não presencial”, incluindo as avaliações que serão a distância.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top