Exposição de Alexandre Baptista no CAA

Alexandre Baptista

“Topography Of Memory” é o título da nova exposição de Alexandre Baptista, inaugurada no dia 10 de novembro no Centro de Artes de Águeda (CAA), assinalando os 30 anos de carreira do artista.

Com Curadoria de João Silvério, esta exposição, promovida pela Câmara Municipal de Águeda, reunirá mais de 70 obras de Alexandre Baptista, que enquadram o seu trabalho desde o final da década de noventa.
Para esta exposição individual, que estará patente no CAA até abril de 2019, Alexandre Baptista desenvolveu novos projetos, utilizando diversos meios de expressão plástica como o vídeo, a escultura/instalação e a fotografia.
A maioria das peças que poderão ser vistas foram criadas e executadas no último ano, já depois da sua última mostra, Turned Into, que esteve em exposição na Galeria Sete, em Coimbra, em finais de 2017, integrando a programação convergente do Anozero – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra, a qual contou também com a edição de um livro com um texto de João Silvério.

PARTICIPAÇÕES DE NUNO FARIA E JOÃO LOURO

No dia da inauguração da exposição, será apresentado um livro com o mesmo título, Topography of Memory, que incluirá textos de reconhecidos nomes da arte contemporânea portuguesa, nomeadamente de João Silvério e de Nuno Faria, diretor artístico do Centro Internacional das Artes José de Guimarães, e João Louro, que representou Portugal na Bienal de Veneza em 2015.
“O território que este livro e a correspondente exposição da obra de Alexandre Baptista nos propõem é uma viagem sobre um mapa autorreferencial, que não fica refém de uma possível biografia anotada”, refere o curador João Silvério sobre esta exposição, sublinhando que “não se trata apenas do registo das experiências da vida deste artista, mas do confronto com uma reflexão que parte da sua experiência individual e, assim, da memória desta para o imaginário coletivo, a partir de processos interpretativos residentes no seu trabalho artístico”.
João Silvério é mestre em estudos curatoriais pela Faculdade Belas-Artes da Universidade de Lisboa. É curador da coleção de arte contemporânea da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento. Iniciou a sua atividade como curador independente em 2003. Foi presidente da Secção Portuguesa da AICA – Associação de Críticos de Arte, desde Março de 2013 até dezembro de 2015. Criou o projeto EMPTY CUBE, em outubro de 2007, que tem apresentado projetos de artistas, designers e arquitetos. Atualmente, encontra-se a elaborar a dissertação da sua tese de doutoramento em arte contemporânea no Colégio das Artes da Universidade de Coimbra.

 

Quem é Alexandre Baptista?

Nasceu em Águeda, é licenciado em artes plásticas – pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e frequentou o mestrado em práticas artísticas contemporâneas na mesma faculdade. Viveu e trabalhou em Miami e Londres, residindo, neste momento, em Águeda. Expõe desde 1988, tendo participado em inúmeras exposições individuais e coletivas em Portugal e no estrangeiro. Recebeu vários prémios de pintura e desenho e está representado em diversas coleções públicas e privadas. A sua obra está reproduzida em livros e catálogos.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top