Futebol: Jogos do Recreio de Águeda e Valonguense não chegam ao fim

Bola de futebol

Os jogos do Recreio de Águeda e do Valonguense, respetivamente para os campeonatos distritais da 1ª e da 2ª distritais, foram interrompidos devido a falta de condições de segurança, na sequência de agressões a árbitros auxiliares.

Em Santa Maria de Lamas, o jogo União de Lamas – Recreio de Águeda foi dado por terminado pelo árbitro Ricardo Silva aos 22 minutos, na sequência de uma agressão a um dos árbitros auxiliares. A equipa de arbitragem e as equipas aguardaram a meia hora regulamentar por policiamento, tendo o árbitro dado o jogo por terminar por falta de condições de segurança.

Em Vale de Cambra, o jogo Valecambrense – Valonguense foi interrompido aos 77 minutos, na sequência de invasão de campo, por falta de condições de segurança.

Estes dois episódios vêm relançar a preocupação das equipas visitantes e dos árbitros sobre as condições de segurança nos campos de futebol com a não obrigação dos clubes em requisitarem policiamento, apesar de quem joga em casa ser obrigado a garantir a segurança dos intervenientes.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top