Homenagem a Joana Marques Vidal

Joana Marques Vidal (foto: JA Reportagens)

Joana Marques Vidal, Procuradora-Geral da República entre 2012 e 2018, vai ser homenageada pelo Região de Águeda no próximo dia 10 de novembro (um sábado), a partir das 17h30, no auditório da Escola Secundária Marques de Castilho

A iniciativa do Região de Águeda insere-se nas comemorações dos 20 anos do jornal, que neste 30 de outubro de 2018 completa 20 anos de publicação. Joana Marques Vidal é homenageada pelo facto de ter sido o (a) Aguedense a desempenhar o cargo público de maior relevância neste período de existência do jornal – que pretende, com o gesto de reconhecimento, sublinhar a forma elevada como exerceu tão importantes funções.
A sessão inicia-se às 17h30 com um espumante de honra, seguindo-se apontamentos artísticos e uma homenagem que contará com a presença e intervenção de Laborinho Lúcio, ex-ministro da Justiça, profundo conhecedor da personalidade e da vida de Joana Marques Vidal.

PRIMEIRA MULHER NO CARGO

Maria Joana Raposo Marques Vidal nasceu na freguesia de Santa Cruz (Coimbra), a 31 de dezembro de 1955, mas tem em Pedaçães as suas origens familiares. É a mais velha de uma filha e quatro filhos do juiz jubilado José Alberto de Almeida Marques Vidal (Pedaçães, 14 de outubro de 1930), que foi diretor da Polícia Judiciária nos anos 90, e da sua primeira mulher, Maria Joana Lobo de Portugal Sanches de Morais Ribeiro Raposo (Coimbra, 4 de janeiro de 1932).
Joana Marques Vidal iniciou funções como magistrada do Ministério Público em 1979. Em 12 de outubro de 2012, foi nomeada pelo Presidente da República de então, Aníbal Cavaco Silva, para o cargo de Procuradora-Geral da República, com um mandato de seis anos. Foi a primeira mulher a exercer tão importantes funções de Estado, tendo o seu mandato sido marcado por vários casos mediáticos envolvendo figuras relevantes, designadamente do poder político e económico português. Cessou funções a 12 de outubro de 2018. A 22 de outubro último foi agraciada com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo pelo atual Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa.

RECONHECER A ESCOLA

O palco da homenagem, no auditório da Escola Secundária Marques de Castilho, pretende reconhecer o papel da escola e a educação no crescimento cívico e profissional da sociedade aguedense, designadamente a importância histórica da antiga Escola Industrial e Comercial de Águeda (EICA), antecessora da Escola Secundária de Águeda (hoje, Marques de Castilho), no desenvolvimento económico de Águeda e da Região.

Augusto Semedo (texto)  |  JA Reportagens (foto)
Autores

Notícias Relacionadas

*

Top