JP: “Política municipal para os jovens tem sido muito folclórica e pouco eficaz”

JP Águeda
Carlos Almeida

Carlos Almeida é o novo presidente da JP de Águeda

O recém eleito presidente da Juventude Popular (JP) de Águeda, Carlos Almeida, diz, em entrevista ao RA, que a política municipal para os jovens tem sido “muito folclórica e pouco eficaz” e que “Águeda tem perdido jovens para os concelhos vizinhos por aí encontrarem melhores condições de vida e de emprego”.
Sobre os motivos que o levaram a candidatar-se à presidência da JP de Águeda, referiu que “sempre” teve o gosto “de ajudar a pensar a minha terra e foi essa vontade que me levou a filiar-me na JP”.
Para Carlos Almeida, estudante de solicitadoria e administração de 21 anos, “a JP de Águeda vive um período de renovação com a entrada de jovens mais novos, com vontade de assumirem novos desafios e com a saída, por limite de idade, de militantes que contribuíram muito para a afirmação” da organização.

(leia entrevista completa nas edições e-paper e impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top