Juventude no fio da navalha

“Preocupa-nos que haja jovens sem ocupação, sem expectativas e sem acompanhamento social… grupos que abandonam a escola ou que acabaram a escolaridade obrigatória e não têm ocupação”. António Tondela (PSD) insistiu no tema, na última reunião do executivo municipal, para apelar à criação de projectos que contribuam para a resolução do problema “antes que tomem proporções que não se possa controlar”.

O vereador, também professor, foi mais longe: “Estou preocupado com algumas crianças do 1º ciclo do ensino básico… a continuarem assim, vão enveredar por situações como as que estamos a falar!”.

(informação completa na edição impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top