Muitas dúvidas sobre a municipalização da educação

Assembleia Municipal de Águeda

Quem assistiu à Assembleia Municipal para discutir o “estado do concelho” terá saído dela com muitas dúvidas sobre o processo de municipalização da educação, que decorre. O assunto dominou a sessão.

Dois deputados do PS (José Vidal e Paulo Seara), bem como Hilário Santos (PSD), solicitaram documentos e que o assunto fosse discutido em sessão da Assembleia Municipal. Paulo Matos (PSD) manifestou-se frontalmente contra e explicou porquê, tal como Abrunhosa Simões (CDU), perante a convicção de Gil Nadais de que o acordo com o Governo nesta matéria seria “o melhor para Águeda”. Mas os argumentos não foram suficientes para sossegar os deputados.
Como o RA noticiou na última edição, a Câmara de Águeda está a analisar a proposta do Governo e o processo de adesão do município à transferência de competências no domínio da educação deverá ficar concluído até final deste ano. O contrato entre o Governo e a autarquia será de cinco anos.

(leia reportagem desenvolvida nas edições e-paper e impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top