Nelson Oliveira: O Mundial depois da Vuelta

Nelson Oliveira

Nelson Oliveira, ciclista bairradino que representa a espanhola Movistar, vai estar esta quarta-feira (prova de contrarrelógio) e no próximo domingo (prova de fundo) a representar Portugal no campeonato mundial de estrada, em Innsbruck (Áustria). Há um ano foi 4º classificado na prova de contrarrelógio

A participação de Nelson Oliveira na elite do mundial inicia-se com a prova de contrarrelógio, esta quarta-feira, num percurso de 52,6 kms. O quarto lugar do ano passado e o invejável currículo nacional e internacional na especialidade perspetivam sempre um desempenho entre os melhores do mundo. O bicampeão nacional da especialidade, Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), será o outro português em prova.
Na prova de fundo, no domingo (dia 30), vai discutir-se em extensíssimos 265 kms. Portugal faz-se representar por Nelson Oliveira (Movistar Team), Rúben Guerreiro (Trek-Segafredo), Rui Costa (UAE Team Emirates) e Tiago Machado (Team Katusha Alpecin).

VUELTA A TRABALHAR PARA OS LÍDERES

A competição sucede à sua presença na Vuelta, uma das três voltas de 21 dias do calendário do ciclismo mundial de elite, durante a qual Nelson Oliveira foi quarto classificado no prólogo e sétimo classificado na etapa de contrarrelógio. “Poderia ter sido bem melhor, mas hoje foi o melhor que pude fazer; dias duros nos esperam”, disse no final da etapa 16 em Torrelavega, que antecedeu as etapas finais e decisivas.
Acabou por ser o melhor português na Vuelta, em 71º lugar, estando com a missão de trabalhar para os líderes (Valverde e Quintana) da equipa, vencedora da competição em termos coletivos. “Foram 21 dias de sofrimento mas também de muitas alegrias”, referiu o bairradino.
Nelson Oliveira está na terceira época na Movistar Team, onde permanecerá em 2019, depois de ter passado como profissional pela Xacobeo-Galicia (2010), RadioShack (2011 a 2013) e Lampre-Mérida (2014 e 2015). Esta época fez 9.346,65 kms em 61 dias de corrida, tendo sido 10º classificado na Volta ao Algarve, em fevereiro.

CURRÍCULO DE RESPEITO DESDE SUB23

Nelson Oliveira, campeão nacional de estrada e de contrarrelógio em elites

Nelson Oliveira foi campeão nacional de estrada e de contrarrelógio

No seu currículo como elite, venceu uma etapa e foi segundo classificado noutra na Volta a Espanha (Vuelta), ambas em 2015 quando foi 21º na geral final, e foi terceiro classificado numa etapa da Volta a França (Tour) em 2016. Sagrou-se campeão nacional de estrada em 2014 (prova de fundo) e quatro vezes na prova de contrarrelógio (em 2011, 2014, 2015 e 2016). Na prova de contrarrelógio do campeonato do mundo, foi 7º classificado em 2014 e 4º classificado em 2017 (ficando assim à porta do pódio, naquela que foi a melhor classificação de sempre de um ciclista português na especialidade e em elite).
Como sub23, Nelson Oliveira foi tricampeão nacional de contrarrelógio (2008, 2009 e 2010), vice-campeão do mundo de contrarrelógio (2009) e medalha de prata e medalha de bronze no campeonato europeu de 2010, respetivamente nas provas de fundo e de contrarrelógio.
Nos mundiais de 2010, que decorreram na Austrália, foi 4º classificado na prova de contrarrelógio. Foi o melhor português na Volta a França do Futuro (16º) desse ano.

FILHO DE ANTIGO CICLISTA DO SANGALHOS

O ciclista, de 29 anos, nasceu em Azenha, freguesia de Vilarinho do Bairro (Anadia). Completou o 12º ano de escolaridade na Escola Secundária de Anadia e frequentou na ESTGA – Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda – o curso de especialização tecnológica de mecatrónica (em 2007 e 2008), estagiando em 2009 na sede da ABIMOTA.
Filho de um antigo ciclista do Sangalhos, Celestino Oliveira, protagonizou uma rápida ascensão na modalidade, sendo na altura uma das maiores promessas do ciclismo nacional e hoje uma certeza ainda em ascensão.
Iniciou-se no Sangalhos, em 2003, quando o clube procurou regressar ao ciclismo por via da formação. Ainda cadete mudou-se em 2004 para a Escola de Ciclismo Fernando Carvalho, onde permaneceu até 2008, a primeira época que fez no escalão de sub-23.
Em 2009 correu na Ciudad Lugo (Galiza) através de uma parceria com a sua ex-equipa, de onde se mudou para a Xacobeo Galicia. Nesta equipa, em 2010, estreou-se no ciclismo profissional mas o contrato de dois anos ficou a meio devido à sua extinção. Sucederam-se depois equipas do principal escalão mundial.

AUGUSTO SEMEDO
Autores

Notícias Relacionadas

*

Top