Níveis normais de ozono ultrapassados na região

Os valores normais de ozono na atmosfera foram ultrapassados esta quinta-feira (dia 13), ao fim da tarde, na Zona Litoral Centro, que abrange 24 concelhos, informou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC).

Os valores mais elevados de concentração de ozono no ar atingiram, entre as 18 e as 19 horas desta quinta-feira, a média horária de 194 microgramas/metro cúbico, registados na estação de Montemor-o-Velho, de acordo com um comunicado emitido esta tarde.

A Zona Centro Litoral abrange os concelhos de Águeda, Anadia, Ansião, Batalha, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Leiria, Lousã, Marinha Grande, Mealhada, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Bairro, Penacova, Penela, Pombal, Porto de Mós, Sever do Vouga, Soure, Vagos e Vila Nova de Poiares.

Nos valores registados, o ozono pode provocar efeitos em grupos mais sensíveis, como crianças, idosos, asmáticos ou alérgicos, além de indivíduos com doenças respiratórias ou cardíacas.

A exposição ao ozono afecta essencialmente as mucosas oculares e respiratórias, podendo manifestar-se através de sintomas como tosse, dores de cabeça e no peito, falta de ar e irritações oculares.

A CCDRC recomenda aos residentes nos locais afectados que reduzam ao mínimo a actividade física no exterior, evitem fumar ou utilizar produtos irritantes contendo solventes (gasolina, tintas e vernizes), respeitem rigorosamente tratamentos de saúde em curso e recorram a cuidados médicos em caso de agravamento de eventuais sintomas.

Nos termos da lei, o Ministério do Ambiente é obrigado a anunciar publicamente os valores de concentração de ozono quando ultrapassam os 180 microgramas/metro cúbico.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top