“No decorrer deste ano já temos 38 situações de maus tratos sinalizadas”

CPCJ

No decorrer deste ano de 2017, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Águeda (CPCJ) tem já 38 situações de maus tratos sinalizadas. Em 2016, tinha 165 situações de perigo sinalizadas, das quais 110 eram situações de maus tratos, registando-se uma diminuição do número de casos comparativamente a 2015, em que foram sinalizadas 124 situações. Para combater este problema, a CPCJ de Águeda associou-se, uma vez mais, à campanha “Laço Azul” e, durante todo o mês de abril, vai alertar os aguedenses para esta problemática através das próprias crianças e jovens

P> Há muitos casos de maus tratos a crianças no concelho de Águeda? Pode revelar-nos números?
R> Infelizmente, um caso apenas seria motivo de preocupação, nesta sociedade em que vivemos, que achamos ser evoluída, instruída e com tantas oportunidades, características, dos países ditos desenvolvidos. No entanto, a nossa realidade em Águeda é outra. Em 2016, a CPCJ teve sinalizados 165 situações de perigo, das quais 110 eram situações de maus tratos. Felizmente, verificámos uma diminuição deste número de situações sinalizadas, uma vez que em 2015 tinham sido 124. No decorrer deste ano, já temos 38 situações de maus tratos sinalizadas.

P> De que forma vai a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Águeda (CPCJ) alertar a comunidade aguedense para a importância da defesa dos direitos das crianças e prevenção dos maus tratos?
R> A CPCJ, durante todo o mês de abril, vai fazer chegar esta mensagem aos aguedenses através das próprias crianças e jovens. Serão elas o principal veículo de transmissão destes princípios e valores, que de tão básicos que são, muitas vezes são esquecidos, negligenciados e atropelados. E estamos a falar dos direitos das crianças e jovens.
No primeiro ciclo, as crianças do 3º ano irão, conjuntamente com as professoras bibliotecárias das escolas de Águeda e de técnicos da CPCJ, efetuar a leitura de uma história, da autora Beatrice Masini, intitulada “Ciro à procura de Amor”. Os jovens do 5º ano do Agrupamento de Escolas de Águeda efetuaram, no dia 3 de abril, a visualização de um filme intitulado “Além da sala de aula”, procedido de um pequeno debate sobre a mensagem transmitida pelo filme e o seu enquadramento naquilo que são os direitos das crianças e dos jovens.
Além destas atividades com as crianças e jovens, foi realizada a divulgação de artigo da CPCJ, por todas as entidades públicas e privadas com respostas no âmbito da infância e juventude do concelho de Águeda, em que se enfatiza esta campanha do laço azul e se pede à comunidade que seja amiga das crianças, que não fique indiferente a situações de maus tratos, que sinalize, no fundo que se mobilize, em prol do nosso futuro. (Entrevista completa na edição da semana)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top