O padel chegou a Águeda

Primeiro campo de padel em Águeda

O primeiro campo de padel já está pronto a ser utilizado nas instalações do Clube Ténis de Águeda (CTA). A nova aposta da coletividade, noticiada em primeira mão pelo Região de Águeda, visa diversificar a atividade desenvolvida e disponibilizar uma prática desportiva que está em crescendo.

O projeto dos novos campos para a prática do padel, que o RA noticiou há uma semana, faz parte fundamental da estratégia, como sublinha a direção do CTA: “O padel é uma modalidade em forte crescimento: há quatro milhões de praticantes em Espanha e estudos em Portugal apontam já para 40 mil praticantes, metade deles federados. A prática do padel está a crescer 85 por cento ao ano, enquanto o ténis está em declínio”.
Os dirigentes pretendem que o ténis e o padel se complementem. “O padel é mais social, mais fácil de praticar, a jogabilidade é superior porque se tira mais partido do desporto, enquanto o ténis exige mais tempo de prática para se jogar melhor”.
Referem os novos dirigentes do CTA que “a faixa etária que joga padel não é comparável à do ténis, porque tem praticantes sobretudo acima dos 40 e muitas mulheres, como também ex-jogadores de ténis”.
O clube avançou com um campo (assente no último dos campos de ténis, desativado), preparando o terreno para o segundo. O projeto contempla, porém, a construção de um terceiro campo. O investimento imediato foi de 25 mil euros, metade do total estimado com a intervenção total. Há intenção de recorrer aos instrumentos de apoio do município de Águeda para a construção de infraestruturas.
A primeira grande utilização do primeiro campo está prevista para a confraternização de aniversário do CTA, no dia 14 de outubro (ver edição impressa).

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top