Orçamento participativo em segunda edição

Águeda

No âmbito da segunda edição do orçamento participativo de Águeda, decorrem já sessões participativas nas freguesias, desde esta segunda-feira, para recolha das propostas presenciais junto dos cidadãos, sempre a partir das 21 horas.

A primeira união de freguesias a receber uma sessão participativa foi a de Trofa, Segadães e Lamas do Vouga, na segunda-feira, seguindo-se já esta quarta-feira a união Águeda/Borralha (na sede em Águeda).
A calendarização, para sessões até final de maio, é a seguinte: Recardães e Espinhel (antiga sede de Espinhel) a 6 de maio; Préstimo e Macieira de Alcôba (sede da junta no Préstimo) a 9 de maio; Macinhata do Vouga (Clube Macinhatense) a 11 de maio; Travassô e Óis da Ribeira (antiga sede de Óis da Ribeira/ARCOR) a 13 de maio; Barrô e Aguada de Baixo (antiga sede de Aguada de Baixo) a 17 de maio; Belazaima do Chão, Castanheira do Vouga e Agadão (antiga sede de Agadão) a 18 de maio; Fermentelos (sede da Junta) a 20 de maio; Valongo do Vouga (sede da junta) a 23 de maio; Aguada de Cima (sede da Junta) a 25 de maio.

A mesma verba de 500 mil euros, verificada na primeira edição, é o valor envolvido no orçamento participativo (OP) de Águeda para este ano. As propostas podem ser apresentadas desde o último domingo. O orçamento participativo de Águeda é um processo que envolve voluntariamente os cidadãos – com 16 ou mais anos, naturais e/ou residentes no concelho de Águeda, bem como os que estão afetos por razões académicas – na apresentação, priorização e votação de propostas que irão integrar as grandes opções do orçamento e plano da Câmara Municipal em 2017.

(leia mais na edição da semana – versões e-paper e impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top