Ordem dos Advogados sugere Casa de Justiça II na Pensão Santos

Joaquim Almeida, novo presidente da delegação de Águeda da Ordem dos Advogados, propõe a transferência do departamento de investigação e acção penal (DIAP) e o juízo de instância cível (JIC) para a antiga Pensão Santos, adquirida recentemente pela Câmara Municipal de Águeda.

Em entrevista ao RA (edição impressa), Joaquim Almeida vai mais longe e propõe que sejam transferidas também as conservatórias do registo comercial, registo predial, casa pronta, registo civil e a loja do cidadão, criando, assim, uma espécie de “casa de justiça II”.

Isso seria uma forma de também revitalizar a baixa da cidade na opinião do delegado local da Ordem dos Advogados, que fala em 21 mil processos pendentes em Águeda e considera que “a comarca do Baixo Vouga é um mau exemplo para uma comarca piloto”.

(entrevista na edição impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top