Os Pioneiros cria nova resposta para situações atípicas

Pioneiros-sede

No ano marcado pela abertura da residência autónoma, a Associação Os Pioneiros vai candidatar-se a um programa do POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego – com vista à criação de respostas para situações atípicas


A novidade foi anunciada pelo presidente de Os Pioneiros, José Carlos Arede, durante as comemorações dos 33 anos de vida da IPSS de Mourisca do Vouga. O objetivo é “melhorar a qualidade de vida dos nossos utentes”, apostando em “criar respostas e atividades inovadoras” para além das recentes residências autónomas. “Acreditamos que a anteceder à resposta de lar é preciso criar outra resposta social, para pessoas que ainda tenham mobilidade e mantenham uma vida ativa”.

INTERVENÇÃO EM ÁGUEDA, VALONGO E MACINHATA

Através dos contratos locais de desenvolvimento social (CLDS), a associação de pais de Mourisca do Vouga Os Pioneiros pretende fazer um plano de ação para os próximos três anos, já aprovado pela Segurança Social a 100 por cento, que será iniciado em outubro deste ano.
Trata-se de um gabinete a funcionar na antiga escola primária de Mourisca do Vouga, composta por uma equipa de técnicos, para intervir no território de três freguesias: Águeda/Borralha, Valongo do Vouga e Macinhata do Vouga. As respetivas juntas de freguesia serão parceiros do projeto. O objetivo é “chegar a todos os grupos populacionais, e a todos os utentes que revelem maiores níveis de fragilidade social, essencialmente idosos, constituindo-se como um instrumento de combate à exclusão social fortemente marcado por uma intervenção de proximidade realizada em parceria” – referiu o presidente de Os Pioneiros, que pretende integrar os serviços sociais municipais.
“Vamos todos ajudar a construir um concelho melhor e diminuir a exclusão social, trabalhando também a empregabilidade a formação e a qualificação”, comentou José Carlos Arede.

 

 (leia mais na edição da semana – versões e-paper e impressa)
Autores

Notícias Relacionadas

*

Top