“Os Pioneiros” homenageou funcionários e tem novos projetos a avançar

Os Pioneiros

A associação “Os Pioneiros” homenageou três funcionárias – Elisabete Cruz, Deolinda Coutinho e Albertina Carvalhal – que completaram 20 anos de serviço durante o jantar comemorativo do 32º aniversário. O presidente da direção anunciou novos investimentos e um curso de inclusão

José Carlos Arede referiu que o protocolo que “Os Pioneiros” vai assinar com a Câmara Municipal de Águeda vai possibilitar o desenvolvimento de um “grande projeto” na antiga escola primária de Mourisca do Vouga. Além dos cursos já anunciados em parceria com a Escola Profissional de Aveiro, que começam agora a dar os primeiros passos, a instituição vai abrir em junho uma formação para a inclusão, com quatro turmas.

O presidente de Os Pioneiros deu ainda conta do investimento previsto para o edifício sede, que vai ser alvo de regeneração, e dos pareceres favoráveis das entidades. “Os prazos eram apertados mas o trabalho foi feito e a equipa responsável cumpriu”, disse José Carlos Arede. O investimento permitirá “melhorar os serviços prestados”.

Relativamente à residência autónoma da Aguieira, o dirigente referiu que está em curso o processo de seleção dos beneficiários e para breve a assinatura do acordo de cooperação com a Segurança Social.

“Os Pioneiros são um exemplo de sucesso”, considerou José Carlos Arede, que sublinhou o “empenho e total entrega à causa” por parte de dirigentes e funcionárias. “A história é construída com o contributo de todos”, disse, direcionando ainda elogios ao diretor regional da Segurança Social, Manuel Ruivo, e ao presidente da Câmara, Jorge Almeida.

No jantar, com a presença de 350 pessoas, um utente ofereceu à direção um quadro feito com material reciclado, feito pelo próprio.

 

SEGURANÇA SOCIAL TRANSFERIU 10,5  MILHÕES EM 2017
André Santos, em representação da Junta de Freguesia, lembrou o “grande desafio do grupo de pioneiros” que deram início à instituição. Elogios que se estenderam às intervenções de dois outros autarcas municipais. O presidente da câmara, Jorge Almeida, enalteceu a “dinâmica incrível” de Os Pioneiros e enfatizou a rede social do município. “Devemos valorizar o que temos, e dizer francamente bem, porque temos algumas coisas que são muito boas como a rede de IPSS e particularmente Os Pioneiros”, referiu.

O presidente da Assembleia Municipal, Brito Salvador, sublinhou a “importância que cada pessoa tem em instituições desta natureza”, destacando como fundamental “o afeto e o carinho para utentes por parte dos funcionários”.

Manuel Ruivo, diretor da Segurança Social, viu a sua ação “de proximidade” ser destacada por José Carlos Arede e Jorge Almeida. Na sua intervenção, disse que “Águeda é um concelho grande e com muitas instruções, mais de 30 na segurança social”. Em 2017, foram 10,5 milhões de euros transferidos para as instituições do município aguedense. “Sabemos que não chega, por isso é preciso o apoio da câmara; em Águeda a câmara apoia e sabe que as instituições são essenciais para a coesão do território”.

Valorizou depois “o progresso” de Os Pioneiros e o surgimento de uma nova resposta com a residência autónoma. “Tem tido bons diretores e bons trabalhadores”, para quem pediu “uma grande salva de palmas”, porque “são eles a pedra basilar do trabalho que é desenvolvido”.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top