Pedro Neves dirige ópera no teatro São Carlos

Pedro Neves

Com direção musical do maestro aguedense Pedro Neves, estreia hoje, dia 25 de março, no Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, a ópera La Cenerentola, de Gioachino Rossini (1792-1868). A ópera é baseada no conto de fadas A Cinderela de Charles Perrault. Pode ser vista nos dias 25, 27 e 30 de março e 1 de abril, às 20 horas e a 29 de março às 16 horas.

Pedro Neves interessou-se desde muito cedo pela direção de orquestra, tendo começado o percurso de maestro em 1988 na Sociedade Recreativa e Musical 12 de Abril, sedeada na sua terra natal e de que é diretor artístico desde 1992.
Paralelamente à sua atividade como violoncelista, estudou direção de orquestra com o reconhecido pedagogo e maestro Jean-Marc Burfin na Academia Nacional Superior de Orquestra, onde obteve o grau de licenciatura com elevada classificação. Em virtude do crescente desejo de se aperfeiçoar como maestro, Pedro Neves aprofundou os seus conhecimentos com Emílio Pomarico, em Milão, e frequentou masterclasses com Alexander Polishcuk.
Em 2006 e 2008 desempenhou a função de maestro assistente de Michael Zilm, na execução da Sagração da Primavera de Stravinski, Totenfeier de Mahler e Danças Sinfónicas do West Side Story de Bernstein. Participou no festival de música contemporânea Warsaw Autumn 2008, na Polónia, na realização de Hymnen de Stockhausen.
Pedro Neves foi convidado para dirigir a Orquestra Metropolitana de Lisboa, a Orquestra Nacional do Tejo, a Filarmonia das Beiras, a Orquestra de Câmara Portuguesa, a Orquestra do Algarve, a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Orquestra Gulbenkian e a Orquestra Esproarte, da qual foi maestro titular de 2004 a 2008 e com a qual mantém uma colaboração regular. No seu ainda curto percurso, já dirigiu solistas reconhecidos, como Pedro Meireles, Pedro Burmester, Javier Periannes, Romain Garioud, Alina Pogoskina, Hrachya Avanesyan e António Rosado
Pedro Neves é professor na Academia Nacional Superior de Orquestra e maestro titular da Orquestra Clássica de Espinho, onde desenvolve um projeto com jovens músicos.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top