Prémio Manuel Alegre sem público

Rui Almeida, que ganhou o concurso Prémio Manuel Alegre, promovido pela Câmara, veio a Águeda apresentar o seu livro “Lábio Cortado”, mas deparou-se com a sala vazia da biblioteca municipal que tem o nome do patrono do concurso. Ainda assim a obra foi apresentada com Rui Almeida a lembrar a “multidão” que encheu o Cine-Teatro S. Pedro quando recebeu o prémio, no decorrer do espectáculo de homenagem a Manuel Alegre.

Os oradores convidados não deixaram de fazer menção ao “divórcio” das pessoas em relação à literatura, especificamente à poesia.

(informação completa na edição impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top