Programação do Cineteatro Alba

Cineteatro Alba

No último quadrimestre do ano, o Cineteatro Alba, em Albergaria-a-Velha, estreia “Isto tudo para dizer o quê?”, um novo conceito que mistura talk show, conversa, homenagem e humor com personalidades das mais variadas áreas artísticas

Com moderação do humorista albergariense Carlos Vidal, a primeira sessão conta com a atriz Eunice Muñoz. Seguem-se o músico Carlão, a 21 de novembro, e a apresentadora/atriz Filomena Cautela, a 7 de dezembro. A entrada é gratuita.
Nos derradeiros meses de 2018 há outros nomes em destaque na programação do Cineteatro Alba. Na música, os Mão Morta sobem ao palco a 22 de setembro e, a 13 de outubro, Carolina Deslandes, autora dos sucessos A Vida Toda e Avião de Papel, está pela primeira vez em Albergaria-a-Velha.
A 17 de novembro, Ana Bacalhau apresenta o disco a solo Nome Próprio, que contou com a participação de vários artistas conceituados, como Samuel Úria, Miguel Araújo ou Capicua.

OUTONALIDADES DE REGRESSO

O ciclo OuTonalidades está de regresso com seis espetáculos no Espaço Café-Concerto. JP Simões explora novos caminhos com o pseudónimo Bloom a 27 de setembro e, a 4 de outubro, a Música Tradicional Alentejana vem até ao Norte com Pedro Mestre. Os Alegranza Folk, originários das ilhas Canárias, trazem a música Celta a 25 de outubro enquanto os galegos Talabarte misturam sons tradicionais espanhóis com Jazz e Tango na noite de 15 de novembro.
Da Galiza passa-se para Cabo Verde com Cachupa Psicadélica, um projeto de Luís Gomes definido pelo próprio como “música para fazer fotossíntese”. O espetáculo é na noite de 29 de novembro.
A finalizar o ciclo OuTonalidades, a 13 de dezembro, os catalães Aurora, que prestam homenagem às canções populares do compositor Manuel de Falla.

BANDAS EM CONCERTO

O ciclo Bandas em Concerto, que visa promover as associações musicais do concelho de Albergaria-a-Velha, também está de regresso. A 28 de outubro a Banda da Associação de Instrução e Recreio Angejense sobe a palco da Sala Principal, seguindo-se a Banda Filarmónica do Grupo Desportivo e Cultural de Ribeira de Fráguas, a 18 de novembro, a e Banda da ARMAB a 8 de dezembro.

TEATRO

No teatro, a Companhia do Jogo/AlbergAr-TE apresenta 8 Terras Yermas a 28 de setembro, uma adaptação do texto de Federico García Lorca, que aborda o desespero de uma mulher que não consegue ter um filho e as terríveis consequências na sua sanidade mental.
Já a 24 de novembro, Diogo Morgado lidera um elenco irreverente em Grease – O Musical, imortalizado no cinema por John Travolta e Olivia Newton-John. A gravidez na adolescência, a violência dos gangues juvenis e os irresistíveis amores de verão são algumas das questões abordadas no palco, sem esquecer as músicas que têm encantado milhões ao longo das décadas.

APRENDIZAGEM CRIATIVA

Para os mais novos, o SAC – Serviço de Aprendizagem Criativa organiza, entre 8 e 11 de novembro, a terceira edição do MI – Festival de Música e Criatividade Infantil de Albergaria-a-Velha. O objetivo do evento é formar novos públicos para a Cultura desde tenra idade e, comotal, o Cineteatro Alba recebe espetáculos de música, circo e cinema pensados especialmente para bebés e crianças.
O Mundo ao Colo, Babel Bled e o mundo mágico do circo com La Banda de Outro – YEE-HAW! são algumas das propostas do MI, que inclui ainda a instalação sonora Phobos – Orquestra Robótica Disfuncional.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top