Recreio derrotado por Tondela e Moreirense foi quarto no torneio Cidade de Águeda

p O Recreio foi ao “tapete” na parte final do jogo com o Moreirense mas deixou boas indicações

O Recreio de Águeda foi quarto classificado no torneio Cidade de Águeda – Dr. Horácio Marçal, que se realizou no fim-de-semana, depois de perder com duas equipas da Liga profissional: 0-2 com o Tondela e 1-2 com o Moreirense. O Tondela venceu a competição ao superar o Boavista (1-0) na final

Após a derrota a meio da semana em Fafe (1-2), o Recreio de Águeda prosseguiu a sua preparação com vista à nova época, que começa já a 12 de agosto, defrontando equipas do principal campeonato português para o torneio Cidade de Águeda. E, apesar dos resultados naturalmente negativos, a formação aguedense bateu-se bem e denotou melhorias.
No jogo com o Moreirense, o Recreio defendeu com organização e contra-atacou, colocando-se em vantagem na primeira parte, num grande golo de Aguiar (ex-Gibraltar) aos 37m: de calcanhar passou a bola por cima do defesa central contrário e fez um chapeu à saída do guarda-redes do Moreirense.
A equipa aguedense só perdeu consistência quando o treinador Henrique Nunes começou a fazer alterações, dando tempo de jogo aos jogadores que tem à sua disposição e que precisam de oportunidades para crescer. Neto (77m) e Iago (85m) aproveitaram erros individuais para darem a volta ao jogo e a primeira vitória da pré-temporada ao Moreirense.
Foi notória a diferença de valia entre a primeira equipa e as opções na equipa aguedense. Para um campeonato longo como vai ser o desta época o Recreio necessita de um plantel equilibrado e com várias soluções, pelo que é possível que o clube se venha a reforçar em especial no meio campo e na baliza.

UMA IDEIA
A SER TRABALHADA
Há já uma ideia de jogo a ser trabalhada, expressa de resto na forma como o plantel do Recreio tem sido construído. Uma equipa sustentada num guarda-redes experiente e seguro (Ricardo, ex-Cinfães) e em dois defesas centrais altos e possantes, fortes nos duelos individuais e com bom jogo de cabeça: o mais recente reforço Guilherme Quichini, de 24 anos, ex-Cesarense, que se estreou, e Emanuel (ex-São José, do Brasil). O guarda-redes, de 29 anos, com formação no Boavista, teve passagens pro Varzim, Marítimo, Naval, Farense, União de Leiria e Cinfães.
Os dois defesas laterais – Mica (ex-Cinfães) e Alex (ex-CPK Macau) – não subiram muito pelos respetivos corredores e outra coisa não seria de esperar num jogo em que se defendeu muito mais do que se atacou. Porém, Alex pareceu mais à vontade que Mica. O defesa proveniente de Macau é alto e deixou boas indicações a defender.
O meio campo parece ser o “calcanhar de aquiles” desta equipa praticamente toda remodelada (do onze inicial só dois transitaram da época passada e Iafai saiu cedo), aparentemente faltando opções. No ataque, além de Niang, que sobreviveu à remodelação, Tucka e Aguiar deixaram boas indicações, parecendo talhados para a ideia de ter uma equipa baseada em transições rápidas. O jogador proveniente de Gibraltar é veloz, tentando ainda o 1×1 e diagonais, enquanto Tucka (emprestado pelo Arouca) revelou ser possante e muito trabalhador. Faltam, porém, outras opções.

EQUIPA BASE
QUASE DEFINIDA
O torneio Cidade de Águeda começou no sábado em dois palcos: no estádio municipal de Águeda o Tondela venceu o Recreio de Águeda por 2-0, um golo em cada parte marcados por Pablo Sabbag (10 e 65m), e em Moreira de Cónegos o Moreirense perdeu (0-3) com o Boavista.
No domingo, além do Recreio de Águeda – Moreirense, o Tondela venceu o Boavista na final por 1-0. O golo foi marcado por Juan Delgado (13m).
Nos dois jogos efetuados, o Recreio fez apenas duas alterações no seu onze inicial.
Frente ao Tondela, o Recreio de Águeda alinhou: Ricardo; Mica, Emanuel, Souffo, Filipe Melo, Iafai, Ataide, Meireles, Aguiar, Tucka e Niang. Jogaram ainda: Gonçalo, Quichini, Tiago Dias, Tito, Rodrigo, Dani, Fábio, Alex, Rui Rodrigues e Raimundo.
Contra o Moreirense, o Recreio alinhou: Ricardo; Mica, Quichini, Emanuel, Alex, Iafai, Meireles, Ataide, Tucka, Niang e Aguiar. Jogaram ainda: Gonçalo, Rodrigo, Tiago, Tito, Dani, Raimundo, Fábio e Rui Rodrigues. Treinador: Henrique Nunes
O Moreirense apresentou: Trigueira; João Aurelio, Aberhoun, Elso, Bruno Silva, Fábio, Marcelo, Alan, Fati, Arsénio e Caleb. Jogaram ainda: Jhonatan, Dialberto, Iago, Neto, Pedro Nuno, Drame, Bilel e Ernest.

 

Leia mais na edição e-paper e impressa

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top