Região de Águeda | edição n.º 1078

Região de Águeda, edição de 9 de outubro de 2019

A edição da semana do Região de Águeda destaca a situação em que se encontra a “questão legal” do sistema de abastecimento de água em Segadães, que sendo da União de Freguesias de Troga, Segadães e Lamas do Vouga deixa no entanto o município de Águeda em incumprimento. O assunto foi central na sessão da Assembleia Municipal, que chumbou a proposta de contrato interadministrativo entre as duas autarquias pelo facto de a mesma ainda não ter sido apreciada e votada na Assembleia de Freguesia daquela união de freguesias.

As eleições legislativas também merecem destaque na edição do Região de Águeda, designadamente a possibilidade de Águeda poder vir a ter dois deputados pela primeira vez. À eleita Ana Miguel dos Santos (PSD), que se estreia, pode vir a juntar-se a socialista Carla Tavares, que precisa que dois dos eleitos pelo PS no círculo de Aveiro assumam cargos governativos para poder continuar como deputada num segundo mandato.

Outro assunto em foco na Assembleia Municipal de Águeda foi a intervenção de Pedro Vidal, presidente da União de Freguesias do Préstimo e Macieira de Alcoba, que protestou por falta de apoio municipal à sua unidade local de proteção civil, ainda não legalizada.

A substituição da calçada à portuguesa nas obras de regeneração urbana em Águeda gera contestação, que o Região de Águeda noticia. Tal como o assalto a uma pastelaria em Valongo do Vouga e o concerto da União de Bandas de Águeda em Travassô. Estes são alguns dos destaques do conteúdo informativo da semana no Região de Águeda.

A edição da semana do Região de Águeda está disponível nas versões e-paper e impressa.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top