Região de Águeda | edição n.º 1103

Região de Águeda, edição de 1 de abril de 2020

A edição da semana do Região de Águeda dedica o seu espaço à situação que domina a atualidade – a Covid-19 – com informações úteis, histórias de aguedenses com regressos atribulados após viagens ao estrangeiro, os casos, as dificuldades e os serviços em Águeda e nas freguesias e iniciativas para fazer face ao momento, entre outra informação.

A edição do Região de Águeda fala em desafios para as gerações, dando enfoque a duas que se antagonizam nos modelos de vida que experienciaram: a geração que se fez por si própria e a geração a quem tem faltado espaço de crescimento para ser proativa e cooperativa.

Mas nem tudo é Covid-19. O papel que um aguedense – Amadeu Castilho Soares – teve na educação em Angola é relevado em tese de doutoramento de um nativo, professor universitário e inspetor de educação em Huíla. O Região de Águeda falou com Antunes Pinto e aborda as linhas gerais do projeto “Levar a escola à sanzala”, que Amadeu Castilho Soares desenvolveu em 1961 em Angola como secretário provincial da Educação, que teve reconhecimento internacional e que se replicaria noutros territórios sob administração portuguesa. A generalização da Língua Portuguesa permitiu que a mesma fosse proclamada como Língua Nacional nesses países, aquando da sua independência, e que hoje interam a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

A edição da semana do Região de Águeda está disponível nas versões e-paper e impressa.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top