Região de Águeda | edição n.º 1087

Região de Águeda, edição de 11 de dezembro de 2019

A edição da semana do Região de Águeda destaca a entrevista com Jorge Fesch, CEO da AAPICO MAIA S.A, que sucede à Sakthi por alteração da estrutura acionista. “Águeda terá mais projetos e mais trabalhadores”, é a convicção de Jorge Fesch, para quem os pressupostos iniciais do projeto se mantêm intactos.

Outro destaque no Região de Águeda vai para a noite de gala da Banda Nova de Fermentelos no Centro de Artes de Águeda. A distinção de alunos no Conservatório de Música de Águeda é outro dos assuntos desenvolvidos no interior da edição com chamada à  primeira página. São dois assuntos que evidenciam que a cultura e a formação musical continuam em alta no município de Águeda.

Nota ainda no Região de Águeda para duas peças jornalísticas sobre a mais recente sessão da Assembleia Municipal de Águeda: para o facto de ter sido aprovado um regulamento para o uso de bicicletas elétricas que havia sido retirado há ano e meio mas que manteve a mesma redação; e para a discussão e aprovação do orçamento e das grandes opções do plano da Câmara Municipal de Águeda para 2020.

A ligação rodoviária Águeda – Aveiro volta a ser alvo de descontentamento por parte dos empresários de Águeda. A Associação Empresarial, fala em “indignação” em carta enviada ao primeiro-ministro, evidenciando prejuízos para o tecido empresarial aguedense e para a população com a atual e insuficiente rede viária.

Fermentelos é “Vila da Música”, marca oficialmente registada pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial. O Região de Águeda dá conta ainda do processo de geminação de Fermentelos com São Cipriano e do monumento à música, que será erigido na freguesia.

A edição do Região de Águeda está disponível nas versões e-paper e impressa.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top