Reportório Osório no Brasil

d'Orfeu - Associação Cultural

Reportório Osório, uma das mais viajadas criações músico-teatrais da d’Orfeu AC, está em Porto Alegre (Brasil) até ao final do mês, onde tem várias atuações previstas.

A dupla portuguesa fez no dia 18 de janeiro a sua primeira participação especial, como atração convidada no espetáculo “A Sbornia Kontr’Atracka”, um fenómeno de culto que enche o Theatro São Pedro todas as noites.
Esta semana, o Reportório Osório apresenta-se em nome próprio no festival “Porto Verão Alegre” a 26, 27 e 28 de janeiro. No Centro Cultural Lupicínio Rodrigues marca presença na 19ª edição do Porto Verão Alegre, um festival de artes cénicas que acontece todos os anos por toda a cidade de Porto Alegre.
Depois de se ter estreado por terras brasileiras em 2016, Reportório Osório está assim de regresso ao país-irmão. Nos dias 18, 19, 20 e 21 de janeiro, Luís Fernandes (voz) e Sónia Sobral (acordeão) sobem ao palco do Theatro São Pedro, em Porto Alegre, participando na abertura da nova temporada de “A Sbornia Kontr’Atracka”, de Hique Gomez e Simone Rasslan, espetáculo que passou recentemente por Portugal (incluindo a noite de encerramento do último Festival O Gesto Orelhudo, em Águeda).
No dia 25 de janeiro, também integrado no Porto Verão Alegre, Luís Fernandes, enquanto diretor criativo da d’Orfeu AC, participará numa palestra sobre gestão cultural, no Theatro São Pedro, juntamente com Rogério Beretta e Zé Victor Castiel (organizadores do evento), Dilmar Messias (diretor do Theatro São Pedro) e o músico e ator Hique Gomez.
Reportório Osório é uma coleção de canções, aliando a escrita e interpretação de Luís Fernandes à música de Luís Cardoso e à acordeonista Sónia Sobral. Em Reportório Osório, o quotidiano das relações afetivas é transformado em canções irónicas, em que a teatralidade da interpretação só reforça o perfil de cada personagem.
Em 2014, o projeto editou o seu CD “Canções de Umor” e soma já dezenas de concertos por todo o país e várias apresentações além-fronteiras: Cabo Verde (2015) e Brasil (em 2016 e, pela segunda vez, em 2018).
Em Portugal, a criação tem já espetáculos agendados após a sua viagem ao Brasil: a 1 de março no Festival Periferias em Sintra e a 17 de março no Auditório Municipal do Sabugal.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top