Santa Casa: “Por dificuldades financeiras ninguém ficará sem apoio social”

Mesa administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Águeda com o Bispo de Aveiro

“Por dificuldades financeiras ninguém ficará sem apoio social”. A garantia foi dada pelo novo provedor da Santa Casa de Misericórdia de Águeda, que tomou posse, juntamente com os restantes membros da mesa administrativa, na presença do Bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, e de muitas outras individualidades do país e do concelho

Referindo a diminuição das comparticipações sociais do Estado e o aumento das solicitações de apoio por parte das famílias, Mota Rodrigues, o 38º provedor na história da Santa Casa da Misericórdia de Águeda, diz que a mesa administrativa vai estar atenta a estas situações e “procurará assegurar o apoio a casos de comprovada carência, adequando as comparticipações, de modo a minimizar assim as dificuldades familiares”.
O novo provedor, que substituiu Amorim Figueiredo no cargo, disse ainda durante a sua intervenção, que “é chegado o momento de centrarmos a nossa atenção na busca incessante da melhoria da qualidade da prestação de serviços à comunidade”.
Isso porque – lembrou Mota Rodrigues – as mesas anteriores, das quais fez parte, “souberam, em devido tempo, assegurar as obras necessárias à adaptação das instalações às novas exigências e obter os financiamentos públicos para as custear”.
(leia mais nas edições e-paper e impressa)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top